Gustavo Sondermann

Hoje presenciei um acidente fatal em Interlagos. Gustavo Sondermann morreu a pouco em consequência de uma forte batida na corrida chovosa da Copa Montana na curva do café, a mesma que viu a vida de Rafael Speráfico se esvair no fim de 2007.

Antes de buscar culpados vou serenar, acalmar e lembrar que automobilismo é mesmo perigoso e Interlagos é a pista mais segura do Brasil, aprovada pela sempre exigente FIA.

Minha solidariedade vai para a família do Gustavo, que agora esta mergulhada no desalento, na mais profunda e aterradora dor que ha.

Até amanhã.

ATUALIZADO: O hospital divulgou o boletim oficial do Gustavo Sondermann. Ele teve traumatismo craniano grave, hemorragia cerebral difusa e fratura da primeira vértebra cervical, que interrompeu o fluxo sangüíneo para o cérebro, tornando o quadro irreversível.
Daqui 10 horas vão repetir o exame neurológico para reconfirmar que não ha mais atividade cerebral (é o protocólo em situações como essa).

ATUALIZADO 2: Segundo o jornalista Octavio Muniz, uma fonte do hospital teria lhe contado que o problema foi que a proteção de pescoço de Gustavo (o equipamento “Hans”) não estava bem presa, e o piloto ficou com a cabeça solta, podendo torcer o pescoço para qualquer lado na hora do impacto.

Anúncios
Esse post foi publicado em acidente, batida, copa montana, curva do café, gustavo Sondermann, interlagos, morte. Bookmark o link permanente.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s