GP da Índia – Classificação e análise

Em uma classificação sem grandes zebras, Vettel larga mais uma vez na pole e Hamilton, que registrara o 2º melhor tempo cai pra 5º por conta da sua punição por ter ignorado bandeiras amarelas no treino de sexta-feira, abrindo espaço para a Red Bull fazer jogo de equipe para conceder à Webber a sua primeira vitória no ano. Já que não veio no braço, pode vir na camaradagem… Button não teve uma grande sessão e ele mesmo admite. Alonso gostou do ritmo do seu carro na classificação e espera que na corrida ele se mantenha, mas acredita que as Red Bull vão ser muito mais fortes.

Os Brasileiros não tiveram grandes desempenhos por razões diversas. Senna disse que não conseguiu encaixar uma volta rápida no Q2 e estava bastante chateado pois sabe que precisa mostrar mais serviço nessas 3 corridas que faltam, mas espera que o ritmo de corrida seja melhor. Barrichello se surpreendeu com pneus macios novos rendendo menos do que os usados que usara antes e também atribui às escapadas dos pilotos na pista como ingrediente desse pior desempenho (sujavam a pista logo à sua frente), citando Di Resta e Button como pilotos que sofreram pela mesma razão.

Já Felipe Massa teve sua suspensão quebrada ao atropelar a parte interna e mais alta de uma zebra ao dar uma abusadinha na tomada de uma curva (ver vídeo) e assim largará da 6ª posição do grid, fechando a trinca das equipes grandes.

De resto destaco ainda o mal desempenho das duas Sauber que se classificaram nas 17ª e 18ª colocações (Perez, punido pela mesma razão de Hamilton, caiu para 20º) e o bom desempenho das duas Toro Rosso que chegaram ao Q3. Sobre aquela história de largar do lado limpo ou sujo do grid, pelo que os pilotos falaram os dois lados estão sujos, então deve ter gente patinando dos dois lados do grid.

Eis a formação final do grid já computadas todas as punições aos pilotos 4 pilotos*:

POS.  PILOTO                EQUIPE
1. Sebastian Vettel Red Bull-Renault
2. Mark Webber Red Bull-Renault
3. Fernando Alonso Ferrari
4. Jenson Button McLaren-Mercedes
5. Lewis Hamilton* McLaren-Mercedes
6. Felipe Massa Ferrari
7. Nico Rosberg Mercedes
8. Adrian Sutil Force India-Mercedes
9. Sebastien Buemi Toro Rosso-Ferrari
10. Jaime Alguersuari Toro Rosso-Ferrari
11. Michael Schumacher Mercedes
12. Paul di Resta Force India-Mercedes
13. Pastor Maldonado Williams-Cosworth
14. Bruno Senna Renault
15. Rubens Barrichello Williams-Cosworth

16. Vitaly Petrov* Renault
17. Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari
18. Heikki Kovalainen Lotus-Renault
19. Jarno Trulli Lotus-Renault
20. Sergio Perez* Sauber-Ferrari
21. Jerome D'Ambrosio Virgin-Cosworth
22. Daniel Ricciardo HRT-Cosworth
23. Narain Karthikeyan HRT-Cosworth
24. Timo Glock* Virgin-Cosworth

(*) Hamilton -3 por desrespeitar bandeira amarela, Perez -3 por desrespeitar bandeira amarela, Petrov -5 por bater em Schumacher no GP da Coreia e Glock -5 por trocar o câmbio.

Anúncios
Esse post foi publicado em análise, classificação, F1, GP da Índia. Bookmark o link permanente.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s