A chance de Alonso

Chove chuva

O favorito para levar o título no GP Brasil de Fórmula 1 continua sendo Sebastian Vettel, que ostenta uma nada desprezível vantagem de 13 pontos sobre seu rival Fernando Alonso. Contudo, nem tudo está perdido para o espanhol: a chance dos treinos e qualificação serem disputados sob chuva é grande e a corrida, maior ainda, segundo os institutos de metereologia do Brasil e do resto do mundo, é só olhar o gráfico ao lado.

Numa corrida com chuva, tudo pode acontecer: safety-car que bagunçam as estratégias, interrupções da corrida, batidas, escapadas de pista, gente com carro mais lento se dando melhor na pista molhada, tudo!

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Quanto mais atípica a prova, pior para Vettel, já que ele tem um carro superior ao de Alonso e portanto, quer condições normais para aproveitar essa superioridade. Antes que comecem a questionar o talento de Sebastian na chuva, vamos lembrar que sua primeira vitória na carreira veio a bordo de uma Toro Rosso na molhada pista de Monza em 2008, então recursos ele tem. Só que Alonso pode se aproveitar exatamente dessas condições para reduzir a desvantagem técnica dos carros no braço e na pista, contando com toda uma miríade de variáveis impoderáveis que poderia mexer bem no resultado da corrida (quem se lembra da improvável vitória de Fisichella com a fraca Jordan-Ford no turbulento GP Brasil de 2003?) salientando ainda que o espanhol conquistou seus dois títulos no Brasil, ao passo que Vettel sempre os levou em outras pistas, num retrospecto mais favorável ao espanhol, para quem acredita nisso.

Na chuva, Alonso à frente de Vettel

Claro, Alonso mais do que superar o piloto da Red Bull, ainda precisa torcer para que ele não marque muitos pontos – ou ponto algum, além do risco dele próprio se estrepar em tais adversidades, aí babau chance de título, mas quem tem mais a temer mesmo é Vettel, que tem a faca e o queijo na mão para ser tricampeão em condições normais.

Ou Vettel leva sua Red Bull ao título de campeão ou o perde para Alonso e sua Ferrari – mais do que Alonso ganha dele, e isso é sim uma pressão sob os ombros germânicos. Clique nas imagens para ampliá-las

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s