GP Brasil – Análise "equipe-por-equipe" da corrida

A chuva não apareceu e Vettel sobrou de novo na última corrida da temporada, última dos motores V8, de Felipe Massa pela Ferrari, de Mark Webber na categoria, dos motores Cosworth na F1 e provavelmente também de alguns outros pilotos que correram essa corrida. Vamos agora a nossa tradicional “análise equipe-por-equipe” do GP Brasil de F1:

RED BULL: Vettel continuou supremo na última corrida, alcançando o recorde de Ascari de 9 vitórias consecutivas. Não errou e sempre parecia ter uma reserva de velocidade caso alguém esboçasse se aproximar dele, como na maior parte da temporada. Aliás, ele sozinho tem mais pontos que a equipe vice-campeã de construtores com seus dois pilotos somados  Webber foi mais agressivo essa corrida e terminou na sua melhor posição do ano, um 2º lugar. O destaque foi ele tirar o capacete após a bandeirada.

FERRARI: Fernando Alonso terminou  a corrida na posição que retrata seu ano na pista: o primeiro piloto que pode se intrometer após a suprema dupla da Red Bull, apesar da Ferrari não ter nem o segundo melhor carro do grid. Massa fez uma boa corrida mas foi punido por cruzar a linha de entrada dos boxes e com isso viu suas chances de brigar pelo pódio irem para o vinagre. A punição pode parecer exagerada, mas se a regra existe e todos sabiam, ele errou. Aliás, se ele não tivesse errado e sido punido provavelmente chegariam em 4º e a Ferrari seria vice-campeã de construtores, pois empatariam com Mercedes mas tem mais pódios…

McLAREN: Button conseguiu o melhor resultado da equipe no ano e Perez também fez uma boa apresentação, garantindo bons pontos na sua despedida da grande equipe. Esse ano a McLaren quebrou um recorde que durava longos 33 anos: não chegou no pódio em nenhuma corrida. A pressão para 2014 é enorme.

MERCEDES: Os carros prateados até poderiam ter oferecido alguma resistência a Red Bull se tivesse chovido, mas não choveu e eles foram caindo pelas tabelas, superados na pista pelas Ferrari e até McLaren. Hamilton não estava particularmente inspirado – aliás essas variações de humor e motivação o afetam tanto quanto a falta de confiança em seu carro quando tenta alcançar o limite e ainda criou confusão ao tocar Bottas e sofrer um drive-trough. Rosberg fez uma corrida correta, mas também sem grande brilho.

SAUBER: Hulkenberg fez mais uma boa corrida mas dessa vez seu carro não lhe possibilitou grandes apresentações, embora como se vê pelas fotos, não faltaram brigas por todo o pelotão. Gutierrez também não encontrou as melhores condições e não conseguiu marcar pontos.

TORO ROSSO: Ricciardo, saindo para a equipe principal, marcou seu pontinho solitário de despedida. Vergne tentou mas teve menos sorte. Interessante que ambos largaram entre os dez primeiros, perdendo as posições na pista.

FORCE ÍNDIA: Para quem queria ameaçar a McLaren algumas corridas atrás, chegar fora da zona de pontos não é lá muito positivo. Di Resta e Sutil lutaram bastante até o fim, mas simplesmente não deu. Os dois pilotos não estão garantidos para o ano que vem, especialmente o escocês.

LOTUS: Grosjean teve o motor estourado logo ao fim da primeira volta e nada pode fazer. Kovalainen despencou na largada e depois não teve ritmo para recuperar grande coisa, mostrando que sua escolha pela Lotus foi um grande tiro n´água para as pretensões da equipe em pontuar e que mesmo para alguém com sua experiência a falta de habitualidade com o carro custa muito caro.

WILLIAMS: Bottas fazia uma corrida razoável quando foi tocado por Hamilton e saiu da corrida com a roda quebrada, Maldonado lutava por posições de pouca importância quando fechou Vergne no S do Senna e rodou, em mais uma de suas manobras temerárias pouco recomendáveis.

MARUSSIA e CATERHAM: Mais do mesmo, nada que valha mais do que uma frase, a não ser… A não ser o fato de que a Marussia terminou o ano à frente da equipe dos carros verdes e essa despretensiosa 10ª posição na tabela resultará em todas as despesas de transporte dos russos pagas para o ano que vem, além de um pedacinho razoável no bolo dos lucros, que somados fazem uma enorme diferença no orçamentos dessas equipes e pode ser decisivo no futuro delas…

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Pos. Piloto               Equipe                   Diferença     Pontos
1. Sebastian Vettel Red Bull-Renault 1h32m36.300s 25
2. Mark Webber Red Bull-Renault +10.452s 18
3. Fernando Alonso Ferrari +18.913s 15
4. Jenson Button McLaren-Mercedes +37.360s 12
5. Nico Rosberg Mercedes +39.048s 10
6. Sergio Perez McLaren-Mercedes +44.051s 8
7. Felipe Massa Ferrari +49.110s 6
8. Nico Hulkenberg Sauber-Ferrari +1m04.252s 4
9. Lewis Hamilton Mercedes +1m12.903s 2
10. Daniel Ricciardo Toro Rosso-Ferrari +1 volta 1
11. Paul di Resta Force India-Mercedes +1 volta
12. Esteban Gutierrez Sauber-Ferrari +1 volta
13. Adrian Sutil Force India-Mercedes +1 volta
14. Heikki Kovalainen Lotus-Renault +1 volta
15. Jean-Eric Vergne Toro Rosso-Ferrari +1 volta
16. Pastor Maldonado Williams-Renault +1 volta
17. Jules Bianchi Marussia-Cosworth +2 voltas
18. Giedo van der Garde Caterham-Renault +2 voltas
19. Max Chilton Marussia-Cosworth +2 voltas

Abandonos:

Charles Pic Caterham-Renault 58 voltas
Valtteri Bottas Williams-Renault 45 voltas
Romain Grosjean Lotus-Renault 2 voltas


Pontuação final após todas as 19 etapas:

Pilotos:
Construtores:
 1.  Vettel        397        1.  Red Bull-Renault          596
2. Alonso 242 2. Mercedes 360
3. Webber 199 3. Ferrari 354
4. Hamilton 189 4. Lotus-Renault 315
5. Raikkonen 183 5. McLaren-Mercedes 122
6. Rosberg 171 6. Force India-Mercedes 77
7. Grosjean 132 7. Sauber-Ferrari 57
8. Massa 112 8. Toro Rosso-Ferrari 33
9. Button 73 9. Williams-Renault 5
10. Hulkenberg 51 10. Marussia-Cosworth 0
11. Perez 49 11. Caterham-Renault 0
12. Di Resta 48
13. Sutil 29
14. Ricciardo 20
15. Vergne 13
16. Gutierrez 6
17. Bottas 4
18. Maldonado 1
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s