Marussia ajuda Ferrari a ganhar potência no motor

FerrariA pequenina equipe Marussia tentou e funcionou, agora a sua fornecedora de motores e parceira Ferrari deverá aplicar em seus carros a solução da nanica: uma tinta especial que isola termicamente melhor o calor do escapamento em relação à turbina do motor, ganhando, segundo a revista italiana Autosprint, cerca de 20 cavalos de potência.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

A novidade que ajuda na eficiência do motor também colabora com a durabilidade, já que diminui chances de superaquecer outras áreas do motor restringindo o maior calor à turbina, onde é bem-vinda, o que deverá facilitar sua aprovação junto a FIA e ter seus efeitos testados já no GP da Bélgica primeira etapa após as férias de verão da Fórmula 1.

Será que com mais essa pequena mudança Fernando Alonso voltará a frequentar o pódio com mais regularidade, como agora no GP da Hungria, ou continuará atrás das Williams e Red Bull, além das normalmente imbatíveis Mercedes? Kimi também aguarda ansiosamente por melhorias.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Marussia ajuda Ferrari a ganhar potência no motor

  1. 20 cv vao ajudar, mas nao resolve o problema. Ainda precisam de mais 60 para alcançar os Mercedes. Mas vai dar um passo a mais em relaçao a Renault e ajudar ao Alonso a vencer os rapidos carros da Red Bull!

  2. henrik disse:

    20 cv para o alonso faz sim diferença,,, obviamente não para mercedes mas para as outras…

  3. Deivde Juliano de Melo disse:

    Só uma curiosidade.
    Esses materiais já são usados pelos preparadores há muito tempo para reduzir a perda de calor e consequentemente a perda de pressão por resfriamento no coletor de escape até a turbina.
    O material mais comum é Termotape, que não tem nada de especial. Não é nada mais que um cobertor adesivo, geralmente vendido em rolo. Este material é aplicado sobre as partes quentes, tanto para proteção das partes ao redor da peça quanto para a manutenção do calor nas mesmas.
    Com mais pressão sendo entregue pelo coletor de escape, a turbina gira mais rápido e ganha rotação em menos tempo. Com isto a turbina gera mais pressão de ar na admissão, permitindo injetar mais combustível, gerando então mais potência, além de reduzir o chamado “Lag”, o que significa entregar potência mais cedo.
    Mas não se enganem. Pra gerar mais potência, também é necessário queimar mais combustível. Considerando a limitação de injeção de combustível por hora, no fim a potência final também fica limitada. O maior ganho etão será na capacidade de o motor entregar potência mais rápido, dando então um resultado melhor nas retomadas.
    Para ganhar mais potência usando o mesmo combustível é necessário melhor o aproveitamento da energia produzida na queima. Reduzindo o atrito entre as peças, ou usando peças mais leves sem comprometer a resistência, em fim. Talvez este seja o segredo dos motores da Mercedes.

  4. André Jaccon disse:

    Li recentemente en um post do portal grande prêmio, que o segredo dos motores mercedes, estaria no fato de que o caracol quente e caracol frio da turbina ficavam separados um do outro, o que reduz a perda de eficiência da turbina devido ao aquecimento da parte fria.

  5. Alexandro Rodrigues dos Santos disse:

    Nao sei só sei que vinte cavalos no final da Blanchimont e Les Combes Faqram sim a diferença e na subida pra Eau Rouge .

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s