GP do Japão – Análise da corrida

Japanese Grand Prix, Suzuka 2 - 5 October 2014 Olá pessoal. Após um GP chuvoso com final desastroso quase esqueço de fazer minha tradicional análise “equipe-por-equipe” do GP do Japão. Mas a verdade é que apesar de triste seu resultado celebrado num pódio sem champanhe também tem consequências importantes para o campeonato. Vamos lá:

MERCEDES: Mais uma corrida dominante, e com pista molhada estar na frente é uma vantagem considerável, pois a menos spray de água atrapalhando a visibilidade. Rosberg estava com a corrida segura nos pneus de chuva, mas quando trocou para os intermediários foi a vez de Hamilton ser mais eficiente e dar-lhe o bote e sumir na sua frente até o final. Apesar disso a diferença entre eles é de apenas 10 pontos, mantendo tudo muito aberto na luta pelo título.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

RED BULL: Aparentemente arriscaram um ajuste de chuva para os seus dois carros e deu certo. Bem da verdade Ricciardo já tinha passado Vettel na última volta, mas como a que vale é a anterior a da bandeira vermelha, Vettel que foi ao pódio. Ainda assim os dois foram bem nessa corrida, sem um sobrar sobre o outro, com o alemão em discreto destaque. Vettel, entretanto, agora está matematicamente fora da luta pelo título.

McLAREN: Button cresce na chuva e arriscando as estratégias certas conseguiu ficar à frente das Williams, mostrando que além de controle do carro em pista molhada também é bom (e deu sorte) em escolher estratégias. Magnussen não foi tão bem em sua primeira experiência no circuito japonês, mérito também da roleta russa que vira uma corrida com chuva e de alguns erros de pilotagem. Assim, foram 12 pontos marcados e estão colados na Force Índia. Se Alonso entrar mesmo, a escolha de quem fica está mais acirrada.

WILLIAMS: Realmente os carros da equipe de Sir Frank não se dão bem com pista molhada. foram passados com facilidade pelas Red Bull e ficaram longe de ameaçar Button, mostrando que a deficiência de tração em condições extremas continua a ser uma deficiência do carro. Ainda assim somaram 14 pontos e abriram 23 para a Ferrari, que foi ainda pior.

Japanese Grand Prix, Suzuka 2 - 5 October 2014FORCE ÍNDIA: Seus dois pilotos pontuaram, com Hulkenberg marcando 4 e Perez 1, o que foi suficiente para manter-se marginalmente à frente da McLaren na tabela. Com a pista molhada o alemão se destacou mais que o mexicano, apesar de ter largado mais atrás, o que reitera sua qualidade como piloto. Ainda assim será difícil ele conseguir sua tão sonhada vaga numa equipe grande e poderá sair da Fórmula 1.

TORO ROSSO: Mais uma vez o eficiente francês pontuou para sua equipe, mesmo largando da 20ª posição. Dizem que já tem outra equipe média de olho em seu passe para o ano que vem… Kviat, recém anunciado na Red Bull, foi regular em sua estréia na pista japonesa e quase marca seu ponto também, mas se viu uma vez mais superado pelo companheiro.

FERRARI: Fim de semana bastante ruim para os italianos. Alonso abandonou quando era 5º logo após a relargada por problemas elétricos e Kimi não se deu bem nas trocas de posições e de pneus, chegando fora da zona de pontos. Isso para não falar na maior perda de todas: o acidente com o seu protegido Bianchi…

SAUBER: Sutil saiu da pista quando a chuva apertou e bateu. enquanto seu carro era recolhido, nós sabemos o que deu… Gutierrez chegou em 13º e uma vez mais a equipe não pontuou esse ano. Ano terrível para os suíços que assim vê sua temporada 2015 ameaçada pela falta de recursos.

Japanese Grand Prix, Suzuka 2 - 5 October 2014LOTUS: Honestamente acho que a equipe já desistiu dessa temporada e foca toda sua atenção para o ano que vem, dizem até que já testa um ou outro componente de olho no carro novo, que deverá ter motor Mercedes. Grosjean e Maldonado figuraram.

CATERHAM e MARUSSIA: O time verde chegou à frente da rival, mas isso pouco conta, já que segue historicamente zerada e ainda se vê às voltas com notícias de que sua sede está sendo desmantelada por credores. Na Marussia de Chilton e de Bianchi, só a devastação… #ForzaJules

Abaixo seguem a classificação da corrida e as tabelas de pontos atualizadas:

class classPTS

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

9 respostas para GP do Japão – Análise da corrida

  1. Kaka Lavor disse:

    Sem querer parecer insensivel, que corre no lugar dele na Russia? a Marussia corre?

  2. Kaka Lavor disse:

    Quem corre*

  3. Luis disse:

    O Ricciardo não passou o Vettel na pista…Na verdade o que aconteceu foi que a RBR chamou o Vettel para os box logo depois do Safety Car entrar na pista…aí com isso o Ricciardo ficou na frente dele

  4. REGINALDO disse:

    na analise da Mc Laren voçe disse que a equipe inglesa esta na frente nos construtores. Mas na analise da Force India voçe diz que é os indianos que estão na frente no campeonato. Na realidade quem esta na frente?

  5. Jobson disse:

    Inácio,

    A McLaren marcou 10 pontos com o 5º lugar do Button! O Magnussen que parecia um “pião” nessa corrida, zerou!

    Abs.

  6. Pingback: O complexo xadrez de Alonso | JOSEINACIO.COM

  7. Pingback: Desenvolvimento dos motores pode ser liberado | JOSEINACIO.COM

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s