Balanço de fim de ano da Fórmula 1 – Parte 2 de 3

XXmclMcLAREN: Começaram o ano com o brilhareco de pódio na Austrália, dando a entender que tinham recuperado a velha forma, mas era engano e o pódio não se repetiu mais, acumulando resultados discretos com um carro que não aproveitou bem o ótimo motor Mercedes (talvez porque os alemães não repassaram todas as informações técnicas do motor para evitar suprir sua substituta Honda com dados reveladores). Com isso perderam competitividade, não conseguiram um patrocinador principal o ano todo e ainda perderam o apoio da Hugo Boss. Para o ano que vem chega Fernando Alonso e possivelmente fica o promissor, mais barato e com bom potencial de angariar patrocinadores dinamarqueses, Kevin Magnussen (apesar da clara superioridade de Button nas pistas), mas será um duro ano de adaptação.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

XXfindFORCE ÍNDIA: Essa foi a melhor temporada dos indianos, que por um bom tempo foram a 4ª força da Fórmula 1, somente atrás de Mercedes, Red Bull e Ferrari. Só que o tempo foi passando e com seus donos enrolados financeiramente, eles foram ficando para trás no desenvolvimento do carro, os pontos foram minguando e as rivais McLaren e sobretudo Williams foram chegando e a passaram na tabela – mas ainda assim 2014 foi sua maior pontuação histórica. Para 2015 mantiveram a mesma boa dupla de pilotos e alugaram o seu túnel de vento próprio para terceiros, passando a usar o da Toyota na Alemanha, tido como referência na categoria.

XXtoroTORO ROSSO: A equipe chefiada por Franz Tost também sofreu com os fracos motores franceses, mas mesmo com um orçamento restrito conseguiu produzir um carro melhor e mais confiável, marcando pontos com relativa regularidade, especialmente com Vergne, ainda que o novato Kvyat tenha impressionado por sua velocidade e ausência de erros, tanto que foi promovido à Red Bull no ano que vem. Para 2015 espero mais ou menos o mesmo para a equipe; brigar pelas posições intermediárias. Mas como terão dois pilotos muito jovens e sem experiência com a F1, deverão penar um pouco mais para acertar o carro. Para ler a 1ª PARTE dessa série, clique AQUI!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s