Pilotos que muito correram, mas nunca venceram

Adrian-Sutil-2014Essa lista mostra a triste realidade da grande maioria de pilotos que chegaram à Fórmula 1: correram e não venceram. Esses 12, entretanto, tem um “peso” a mais, pois são os pilotos que mais disputaram corridas sem jamais vencer um único Grande Prêmio em suas carreiras.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

GPs sem vitóriasO líder inconteste dessa lista é o italiano recentemente falecido Andrea de Cesaris, que acumulou 214 finais de semana sem sucesso, mas outros nomes famosos também figuram nela, como Martin Brundle atual narrador da F1 nas transmissões do canal inglês Sky e outros pilotos que correram a até pouco tempo atrás, como os alemães Nick Heidfeld e o recentemente desempregado Adrian Sutil (foto acima).

Mas algumas ressalvas se fazem necessárias: muitos desses pilotos nunca estiveram em equipes de ponta que lhes permitissem disputar vitórias e os poucos deles que até tiveram tais oportunidades ou a equipe não estava numa fase competitiva ou – em muitos casos – foram simplesmente impedidos de “chegar lá” por suas próprias limitações ao volante ante à rivais mais talentosos…

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Pilotos que muito correram, mas nunca venceram

  1. Thiago disse:

    Que o diga Heidfeld… Achei muito foda…

  2. Roberto disse:

    você pode ate chegar la,mais vencer depende de muitos fatores como por exemplo ser o segundo pilote da equipe e o primeiro estiver em segundo na corrida como no caso do Rubinho que estava na frente do chumi e teve que dar a vez para o primeiro piloto da equipe. entre outras coisas.

  3. Na minha opinião, o mais talentoso e injustiçado da turma é o Mika Salo. Muito bom piloto, que na única chance que teve de vencer, pilotando uma Ferrari no lugar de Schumacher, teve que dar passagem para Eddie Irvine, que estava disputando o título com Mika Hakkinen.
    De resto, andou só em tranqueiras, como Lotus, Tyrrell, Arrows, BAR e Sauber. Além de ajudar no desenvolvimento da Toyota.

  4. Mais que o Jarier e o Amon, impossível… Lideraram corridas e sempre acontecia alguma m*rda. Jarier enfim venceria no Canadá em 78, a bordo da mítica Lotus 79 (substituindo Peterson), aí o carro quebra e deixa a vitória para o Gilles, sua primeira.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s