O risco de Sebastian Vettel

vett1 Sebastian Vettel é tetracampeão da Fórmula 1, uma marcar invejável que deveria entronizá-lo indiscutivelmente entre os maiores pilotos da história da categoria. Mas não é o que acontece na prática.

Ainda quando estava na Red Bull ganhando corrida após corrida e surrando seu cada vez mais desmotivado companheiro Mark Webber, Fernando Alonso já dava indiretas que questionava a magnitude de seu talento, quando dizia publicamente que queria ver Vettel num carro que não fosse tão rápido para ver quão bem o alemão se sairia.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Pois foi exatamente isso que ocorreu em 2014, quando o RB10 não saiu tanto ao gosto de Sebastian e ele acabou eclipsado por Daniel Ricciardo, que venceu 3 corridas enquanto o badalado multicampeão passou o ano zerado. Incomodado com a situação e querendo novos ares (talvez também por-se à prova), Vettel aceitou o convite da Ferrari para ser “o novo Schumacher” e reconduzi-la aos títulos.

vettÉ evidente que dado o descompasso competitivo da equipe nos anos anteriores, ainda vai custar tempo até uma trajetória vencedora ser realinhada, especialmente após tantas mudanças importantes em seu pessoal, que desde o seu presidente foi severamente alterada, mas algo nada desprezível já é esperado desde o começo desse ano: que Vettel vença claramente o confronto interno com Kimi Raikkonen.

Sim, pois se no ano passado Vettel foi vencido por Ricciardo na Red Bull e Raikkonen foi trucidado por Fernando Alonso no time italiano, então se nesse ano o alemão mostrar dificuldades para também vencer o finlandês, a comparação com Alonso lhe será ainda menos lisonjeira e sua reputação recentemente fragilizada de grande campeão poderá ser ainda mais questionada pelo público.

Para dificultar um pouco mais a sua vida, é esperado que o carro desse ano seja menos difícil de pilotar para Kimi do que foi o F14T no ano passado, já que agora o projeto levou em consideração o seu estilo de pilotagem, algo que não ocorreu no projeto anterior que foi pensado tendo o estabelecido espanhol como grande referência, situação parecida com a de Vettel esse ano, que deu seus pitacos do que gosta no novo carro quando o projeto estava avançado por ocasião do fechamento do seu contrato, o que poderá obrigá-lo a desconfortável posição de ter que se adaptar a um modelo cujo estilo de tocada novamente não seria o seu ideal – só que esses detalhes técnicos ficarão em segundo plano aos olhos do grande público, que vai é querer ver os resultados desse embate interno.

Assim, Vettel terá que mostrar seu poder de adaptação a um carro que provavelmente de não ser muito competitivo, não terá a sua “pegada ideal” para pilotar e vencer seu companheiro de equipe – algo que não conseguiu pela primeira vez em 2014 e seus rivais Alonso e Hamilton sistematicamente sim – e ainda solidificar sua credibilidade como a referência da equipe como chave para uma franca evolução ao longo dos próximos anos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

20 respostas para O risco de Sebastian Vettel

  1. Ricardo disse:

    O Alonso gosta de questionar o talento dos outros.
    O que ele ganhou quando não teve carro bom para brigar pelo título? Nada!!!!
    O que ele ganhou na Ferrari?
    Ganhou dois títulos com a Renault quando a equipe tinha um carro bom.
    Antes de questionar o talento dos outros deveria olhar para seu próprio umbigo.

    • A Pereira disse:

      Um “tetra-campeão” tomar 3 a 0 do novato companheiro de equipe?? kkkkkkkkkk

    • Anônimo disse:

      Com um carro muito inferior em relação a Red Bull, Alonso lutou por títulos, ganhou corridas, dava show de pilotagem!
      Agora o Vettel no ano passado … Levou um baita coro do Ricciardo. E provavelmente esse ano, será um desastre tbm! Vamos aguardar

    • Rodrigo disse:

      Cara, me desculpe a franqueza, mas ele questiona algo que todos os que assistem F1 podem ver. Ele, Alonso, é melhor que o Vettel e isso é fato. Se ambos tivessem o mesmo carro projetados por Newey, tenho plena convicção que o Alonso ganhava todas do Vettel. Atualmente, o único piloto que vejo em igualdade com o Alonso, senão um pouco melhor em velocidade pura, é o Hamilton. O resto está tudo embolado.

    • Rodrigo disse:

      Cara, me desculpe a franqueza, mas ele questiona algo que todos os que assistem F1 podem ver. Ele, Alonso, é melhor que o Vettel e isso é fato. Se ambos tivessem o mesmo carro projetados por Newey, tenho plena convicção que o Alonso ganhava todas do Vettel. Atualmente, o único piloto que vejo em igualdade com o Alonso, senão um pouco melhor em velocidade pura, é o Hamilton. O resto está tudo embolado.

      • Anônimo disse:

        Concordo com o Rodrigo. Em situações de igualdade, Vettel nao ganharia de Alonso. Alonso consegue, mesmo, tirar leite de pedra. Acho ele um mal-caráter, mas ele é um excelente piloto.

  2. SILVER disse:

    sem mais , perfeita análise …

  3. A Pereira disse:

    Eu olho assim: Se em 2014 o mago da aerodinamica, Adrian Newey, não conseguiu fazer um carro no “estilo de pilotagem” do Vettel (embora o tenha feito nos 4 anos anteriores), não levo fé que o James Alison conseguirá. Posso estar errado mas aparentemente toda aquela “genialidade” do Vettel estava na grande capacidade do Newey em direcionar o ar e os gases do escape na parte traseira do carro, gerando um enorme downforce. Em 2014 isso foi abolido. Controlar o carro ficou mais dificil e assim Vettel foi ofuscado pelo Ricciardo.

  4. alonsista disse:

    Acho que esse ricardo não assiste formula 1. O Alonso ganhou corridas e brigou por títulos com carros inferiores aos dos rivais…

  5. Anônimo disse:

    Alonso é um grande piloto, talvez o melhor hoje em dia. Mas durante o confronto direto na jornada do tetra, ele perdeu. Em 2010 e 2012 ele tinha uma Ferrari competitiva, brigou até a última corrida com o Vettel, com diferença de poucos pontos.. mas quem foi campeão foi o Vettel. Com isso Alonso poderia ser Tetra, e Vettel apenas bi.

    • Rodrigo disse:

      O Alonso nunca teve uma Ferrari que se equivalesse a Red Bull. A aproximação se dava em razão da sua habilidade. Em suma, o cara levava a Ferrari no braço. Então, entendo que o real adversários do Alonso foi com o Newey, não o Vettel, que só levou os 4 títulos graças aos carros espetaculares que tinha em suas mãos. Isso é fato.
      Bastou o carro da Red Bull ter alguma deficiência para que já andasse atrás. Se o Alonso tivesse o mesmo carro do Vettel os 4 título seriam dele, não do Alemão.

  6. Phillip disse:

    “Ser o novo Schumacher ”

    Parece um pouco mais complexo do que realmente é. Eu cresci na época em que o Schumacher ganhava tudo. E me lembro de comentar com meu pai , quando os regulamentos mudavam ano após ano ( na tentativa de aumentar a competitividade , ou em suma diminuir a domínio do Schumi ) e meu disse ” A ferrari depois que esses gordinho ( Jean Todt ) chegou a Ferrari eles ganharam tudo “.

    O que estou tentando dizer é que a Ferrari só passou a ser equipe multi campeã , não somente pelo Schumacher , acredito por ter muito mais o Ross Brawn , Jean Todt e Pat Fry , e um corpo técnico capaz de fazer com que tudo funcione.

    Pilotos capazes a Ferrari sempre teve. Sebastian , não vai resolver o problema. Acredito que com a chegada do James Allison e Jock Clear , a coisa possa mudar , mas acho difícil tudo se encaixar ainda pra esse ano. Ainda mais se usarem o túnel de vento da propia ferrari inegavelmente contestada por Rob Smedley , Felipe M. e depois o Fernando.

  7. Rodrigo disse:

    É o Alonso é um mané, completamente mané. Ele tem 2 titulos conquistados há 10 anos e é considerado o melhor piloto da atualidade, enquato o Vettel tem 4, Schmmi teve 7 e seempre foram contestados. Queria ser mané igual ao Alonso.
    Mas o Sr Bernie gosta de criar mitos, a F1 vive de mitos, já que as corridas estão ficando cada vez mais chatas.

    • Anônimo disse:

      Villeneuve não tem nenhum título e vai ser mais lembrado que o Vettel com 4 títulos, e se não mostrar nada de diferente, não vai mudar, assim como Senna vai continuar vivo, mesmo morto, enquanto tem alguns vivos, que estão mortos nas discussões.

      A questão só muda ao longo do tempo, as variáveis serão Senna e Fangio contra outros pilotos, Senna x Prost, Senna x Schumacher, Senna x Alonso, Senna x Hamilton, e um tempo atrás compararam Senna x Vettel.

      Números são frios, poderia colocar como maior jogador de basquete o Oscar, o maior cestinha da história.

  8. marcos quarties disse:

    Mais o que vai ficar para historia da f1 para sempre são os 4 títulos mundiais, ate o momento e não o vareio tomado,.

  9. Sergio disse:

    Não creio que Vettel necessite provar algo.Lhe deram um equipamento vencedor e ele venceu por quatro vezes,já dizia um piloto muito famoso.Primeiro é preciso chegar.Muitos pilotos saltam de um acento para outro,buscando esse equipamento ideal.Suponho que ele queira mesmo é parar,mordendo pontos aqui e ali,fechando sua participação no time mais tradicional de Fórmula 1,mas que como ele não vem enfrentando uma boa fase.Alonso fala demais,sou Button desde criancinha:

  10. Rafael disse:

    Acho que Vettel nunca mais ganha uma corrida se quer,incrível falar isso de um cara 4 vezes campeão, acho que toma pau do Kimi esse ano também.

  11. Bruno disse:

    O Alonso é um piloto OK, com a melhor equipe de marketing do mundo, que só conseguiu seus resultados por causa do seu manager, Flávio Briatore, desde da estréia até ao acerto com a Ferrari.
    No ÚNICA temporada que o Don Alonso teve um companheiro com mínima competitividade ele foi surrado por um verdadeiro estreante, não um piloto na segunda temporada, mesmo tendo a equipe trabalhando exclusivamente para o Alonso nas 7 primeiras provas da temporada.
    Foi para a Ferrari para colocar o Michael em seu devido lugar, e vez com com maestria, ficando 4 anos correndo lá sem conseguir nada, mesmo quando teve bons carros (2010 e 2012). Em 2010, quando a diferença para a Red Bull Racing tinha quase desaparecido, segundo o próprio Alonso, perdeu o título por não ter capacidade de ultrapassar uma Renault com o gênio Petrov pilotando. Ainda teve que apelar para táticas controversas para pleitear uns pontinhos para cima do desmotivado Felipe Massa.

    Sobre o texto, não é só o público que não vão ver a parte técnica da pilotagem, o próprio blogueiro ignorou que tanto Vettel quanto Kimi tem um estilo de pilotagem bem parecidos, gostando de carros com acertos similares, que tiveram os mesmos problemas em 2014 quanto a dirigibilidade e que a Ferrari continuará usando a suspensão “só Alonso anda com esta famosa” pull rod que o Alonso solicitou para 2014…

    • Anônimo disse:

      Ele não tomou pau,empatou em números de pontos e perdeu no critério de desempate que no caso foi menos vitórias que Hamilton,agora vc falar que a Ferrari de 2010 e 2012 foram bons carros,veja o número de pontos que o companheiro do Aloso fez.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s