Por que Alonso bateu?

alo2 Todos já leram a versão oficial da equipe McLaren para o acidente de Fernando Alonso no último dia da sessão passada de testes em Barcelona que diz que o piloto simplesmente perdeu o controle do carro num incidente típico, auxiliado também por um vento forte no momento. Só que não é bem isso que emerge das bocas de quem estava em Barcelona ou viu ou ouviu o acidente…

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Para começar, Sebastian Vettel, que estava em sua Ferrari bem atrás da McLaren de Alonso, disse que o espanhol percorria normalmente a trajetória da curva – ele nem estava registrando voltas rápidas, no limite do carro – quando de repente seu carro deu uma guinada em direção ao muro interno da curva, num movimento classificado pelo campeão como “algo estranho”.

aloAlém disso, lembro o próprio tetracampeão vinha logo atrás e ainda mais rápido que Alonso (a foto abaixo, com ambos no enquadramento, teria sido tirada segundos antes do acidente) não sentiu o tal forte lufada de vento naquele mesmo momento. O ex-piloto e atual narrador da categoria do canal inglês Martin Brundle também achou inconsistente a versão da equipe: “A McLaren disse que Alonso reduzia as marchas enquanto aplicava força total nos freios no acidente. É incomum reduzir as marchas se você perdeu o controle de um carro de corridas.

image

Como se não bastasse, a jornalista alemã Karin Sturm que cobre a Fórmula 1 há mais de 30 anos, também endossa o entendimento de seu conterrâneo Vettel e ainda acrescentou dúvidas sobre o assunto: “Sei dos responsáveis da outra equipe que já tem muita ação escondida atrás, porque se sabe que foi choque…”

Os italianos do jornal Gazzetta dello Sport, também escreveram sobre o tema, reforçando a inconsistência da versão do vento e ainda acrescentando momentos de drama após o carro bater no muro:Mas mecânicos da McLaren disseram que os segundos após o estrondo foram vividos com angústia. Eles chamavam Fernando, mas do rádio veio apenas gemidos estranhos e abafados, então, depois de um gemido final, havia apenas silêncio”. Lembrando que segundo os presentes, o espanhol sequer esboçou sair sozinho do carro, ficando imóvel e só sendo retirado do cockpit pela equipe médica quando esta chegou ao local.

Claro que esse possível “apagão” ou mesmo a sensação de “choque” eventualmente sentida pelo espanhol podem ter origem no impacto contra o muro, não necessariamente por uma descarga elétrica como muitos aventam, mas de qualquer modo reforça-se a impressão que a equipe não disse a verdade ou ao menos toda ela, quando veio à público explicar as causas do acidente de Alonso.

Vamos ver se hoje o bicampeão finalmente tem alta do hospital, pois já nessa quinta feira começa a última sessão de 4 dias de testes da categoria e por enquanto a sua importante participação não me parece nada garantida. Aguardemos.

ATUALIZADO: Nada de alta nessa terça. Fernando Alonso vai ficar pela terceira noite seguida no hospital…

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

23 respostas para Por que Alonso bateu?

  1. Mario Freitas disse:

    eles tiveram problemas com o kers durante todos os dias de teste, tambem tenho certeza que houve uma grande descarga elétrica. esse motor honda não vai valer nada, até o diretor ja saiu do cargo.

  2. teteonline disse:

    Convulsão.

  3. Beto disse:

    O Briatore agora disse que o Alonso não lembra o que aconteceu. Acho que na vdd foi um erro do piloto, mas é claro que se tratando do Alonso ele nunca vai admitir isso!

  4. Muito suspeito, pois apesar do carro ser resistente, não demonstra ter batido tão forte assim a ponto de dar 15G no sensor. O próprio Vettel disse que choronso estava a 150 +-, a batida a essa velocidade corresponde ao dano. Mas ficar 2 dias no hospital por isso e, com todo esse drama, acredito que estão mesmo escondendo algo.

  5. Philip disse:

    Nao acredito que tenha sido um erro Alonso , ainda mais naquela velocidade e ainda em barcelona , quintal da espanha, duvido muito.

    Acredito que tenha sim algo por tras , só me pergunto o pq!
    Estaria o Alonso forjando uma ausencia em treino ou ate mesmo para a corrida ? Visto que ate ele ja esta desacreditando desse projeto ?

  6. Anônimo disse:

    O Alonso levou um choque e por isso ficou inconsciente levando o carro pro muro desacordado…

  7. Drecabravos disse:

    Choque eu não acredito, pois a luz de aviso estava verde, indicando que o carro poderia ser tocado e que não teria “vazamento” de energia.

    A não ser que a coisa esteja tão feia assim para os lados de Woking que nem isso esteja funcionando!!!

  8. José Queiroz disse:

    Eletroterapia.
    Cara, pagar 100M/ano para dar uma cadeira elétrica a seu piloto. Certamente eu não iria no próximo treino e colocaria um kamikase no meu lugar.
    Abs

  9. Rodrigo disse:

    Não acredito que tenho sido um choque elétrico. Não importa se o sistema de recuperação de energia é feito pela Honda, que é novata no ramo. Esses carros possuem sistemas de segurança padronizados desde a implantação do Kers. Então, em razão do tempo que as equipes já usam esses equipamentos, independente da inexperiência da Honda, a Mclaren é bem sabedora de como fazer esses sistemas de segurança funcionar em seus carros. Acredito que foi uma séria falha mecânica. Mas a equipe não vai admitir.

    • Anônimo disse:

      Veja fotos e vídeos, o carro está basicamente intacto, suspensões não foram quebradas, não estou falando de pequenas fissuras, a asa dianteira deu aquela isoporzada que conhecemos, mas enfim, de uma maneira geral não parece mesmo que o carro tenha sofrido uma panca daquelas. Só fico intrigado porque o piloto passará mais uma noite no hospital. Sei que colisões envolvendo a cabeça, sobretudo os impactos laterais, necessitam de cuidados, principalmente na observação de possíveis sequelas. Só lembrar o caso de Perez em Mônaco, que ficou dias também em observação. A diferença de intensidade de impacto e ângulo de colisão do carro do Alonso em relação ao do Perez, na teoria (contando com uma resistência dos materiais em ambos os carros, do Perez e Alonso, similares) foi muito menor e com impacto físico também bem reduzido. Então, na minha opinião, de duas uma: ou a mclata está com um chassi assassino, como as ferraris da década de 70-80, ou alguma coisa aconteceu nos segundos que antecederam o impacto.
      Abs

  10. Augusto disse:

    aí eu pergunto… se foi apenas isso que a Mclaren ta dizendo, porque o Button não foi pra pista a tarde?? o que tinha no carro que o impediu d sair? e se foi falha do Alonso, porque todos esses dias no hospital? a Mclaren está pensando q o povo é trouxa kk
    ta na hr de contar a verdade sobre esse projeto lindo que ta dando choque nos pilotos…
    só isso mesmo pra explicar. ou o Alonso passou mal sozinho dentro do cockpit

  11. Pedro disse:

    O Alonso está andando no limite da McLaren…só isto….o carro por enquanto não é competitivo, Alonso é um ótimo piloto, mas quase sempre escolhe equipes erradas.

  12. Felipe Masr disse:

    Ah, e antes que alguém venha falar da tal “mancha negra” na logomarca da Esso, aquilo é apenas uma sombra do apêndice superior, como pode ser percebido pelo “deslocamento da sombra” na sequência de imagens abaixo:

  13. Felipe Masr disse:

    O Alonso reclamou daquela outra vez por não terem entregado o carro para treino com as baterias completamente carregadas. Será que agora foi uma “vingança” (hahaha)? Ou vai ver é estratégia para este ano, uma brecha no regulamento, para armazenar mais carga: a carga extra vai no piloto:

    Para quem reclamava que já não faziam mais cadeiras elétricas como antigamente, que não tem mais emoção, olha aí. Mas tem que ser mais detalhado o pedido aos engenheiros, pois pensaram que era outro tipo de cadeira-elétrica…

  14. Felipe Masr disse:

    …”O ex-piloto e atual narrador da categoria do canal inglês Martin Brundle também achou inconsistente a versão da equipe:“A McLaren disse que Alonso reduzia as marchas enquanto aplicava força total nos freios no acidente. É incomum reduzir as marchas se você perdeu o controle de um carro de corridas.”

    Pois, é pé no freio e só. E se for em uma rodada por rápida perda de tração no eixo traseiro (olá faixas pintadas!), pode-se tentar subir as marchas, para ver se com as rodas de tração um pouco mais “livres” (girando livres), consegue-se retomar o controle do oversteer (ganhar grip naquele eixo – somente aderência lateral), assim como o “maldanado” tentou (observem o pressionamento das aletas antes do impacto):
    http://gfycat.com/WarmheartedOptimalChupacabra

  15. Fabio Pinho disse:

    8 fatos (não exaustivos) que levam todos a estranhar esse acidente e os dias posteriores:

    1º O carro não sofreu grandes avarias;
    2º O Alonso encostou no muro interno da curva, ao invés de bater;
    3º Não saiu do carro nos 10 minutos seguintes até a chegada do resgate;
    4º Disseram que estava desacordado e com a cabeça caída para o lado;
    5º O piloto já vai pra 4 dias internado;
    6º Provavelmente não participará do último treino coletivo da pré-temporada;
    7º Segundo Vettel, que vinha logo atrás, não ventava tanto no local para provocar um acidente;
    8º O Button foi impedido de treinar com o carro, mesmo pouco avariado.

    Ou seja…

    Há mentiras no ar, algo aconteceu ao Alonso que não erraria andando a apenas 150 KM/h em uma curva simples: convulsão, choque elétrico, aspirou gazes tóxicos, quebra da barra de direção, pneu furado, etc., são algumas das possibilidades.

    O inexplicável seria o porquê de não falarem a verdade, já que, dizer que naquele momento estava ventando forte, que o acidente foi normal e que o Alonso está ótimo, faça-me o favor.

    Torço para que nada demais tenha acontecido a saúde do piloto, pois a F1 teria muito a perder com a diminuição de desempenho do espanhol nesse momento ruim que atravessa essa categoria, recheada de pagantes que pensam que são pilotos.

    • Anônimo disse:

      Tem um vídeo que fizeram uma simulação do que poderia ter acontecido, e não é Oficial, acreditam nessa teoria ? Se foi uma pancada lateral, e de 30G, é para deixar desacordado mesmo

      • Anônimo disse:

        30g?? Impossível o carro ficar intacto, mentira descarada…

      • Anônimo disse:

        Eu pesquisei antes, parece que registrou mesmo a força de 30G no ângulo de impacto, é pelo menos o que se comenta pesquisando por Alonso Crash 30G em sites técnicos sobre o assunto. O que causou tanta preocupação foi a batida lateral, que nãoa chei imagens, o que piora em muito a ação da força de desaceleração e impacto. José Inácio, você poderia fazer um post sobre isso para a gente discutir essas teorias, com o vídeo em questão, mas o blog é seu e você quem decide, um abraço.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s