Análise “equipe-por-equipe” do GP da Malásia

vettel Tivemos na segunda corrida do campeonato uma cenário mais interessante e disputado do que o visto na Austrália, com o adendo bem vindo da quebra da hegemonia da Mercedes pela Ferrari de Sebastian Vettel numa disputa direta na pista. Vamos agora à nossa tradicional “análise equipe-por-equipe” do GP da Malásia de Fórmula 1!

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER @inacioF1

Formula One World Championship 2015, Round 2, Malaysian Grand PrixFERRARI: A bela e merecida vitória de Sebastian Vettel se deveu por alguns fatores específicos: o menor desgaste dos pneus nos carros italianos e com isso a correta aposta dos estrategistas da equipe em realizar uma parada a menos, resistindo à tentação de entrar com o safety-car. Além disso o alemão não errou nenhuma vez e impôs um ritmo forte a corrida inteira. O azarado Kimi Raikkonen, que chegou a cair para último após ter um pneu furado por Nasr, fez uma belíssima corrida de recuperação até o quarto posto, confirmando que o feito de Vettel é calcado sim num carro sólido. Tudo muito bem vindo, mas repetir uma vitória não será fácil, pois as Mercedes continuam sendo os carros mais rápidos na pista com razoável vantagem.

MERCEDES: O grande calcanhar de Aquiles da equipe prateada pareceu ser a condução hesitante de seus estrategistas, que não pareciam ter muita certeza do que queriam e se conseguiriam. Hamilton e Rosberg sofreram com o desgaste dos pneus na pista escaldante e assim foram coadjuvantes para a vitória de Vettel, mas esse cenário de calor extremo não deve se repetir sempre, por isso o inglês não estava tão emburrado no pódio…

WILLIAMS: Definitivamente a Williams não tem a força que ela mesmo esperava nesse início de ano. Apesar do melhor motor do grid, a Ferrari os superou provavelmente graças a um projeto mais eficiente e à grande evolução do motor italiano, o que relegou a Williams à disputa pela 5ª e 6ª posições e nesse sentido Bottas saiu-se melhor que Massa ao dar o bote em cima dele na última volta. Massa teve um pit-stop lento e estava com os pneus um pouquinho mais gastos, é verdade, mas Bottas o alcançou e passou na pista. Espero que a equipe dos carros brancos venha com alguma novidade para voltar a disputar pódios.

MAL2TORO ROSSO: A melhor equipe do grupo Red Bull, a Toro Rosso colocou seus confortavelmente seus dois carros à frente dos de sua irmã mais rica. Melhor para o mais jovem piloto a pontuar na Fórmula 1, Max Verstappen com seus 17 anos, e Carlos Sainz Jr, de novo marcando pontos.

RED BULL: É, a coisa não está boa para a equipe principal dos energéticos. Imagens dos freios dianteiros se desfazendo em forte turbilhão de fumaça a cada freada e tempos de voltas não muito exuberantes mostra que o complicado projeto de Adrian Newey tem problemas e que o motor Renault não é o único, quiçá nem o maior vilão dessa história. Pior para Kvyat e Ricciardo que marcaram pontos mirrados e agora vêem sua equipe atrás da Toro…

LOTUS: Com o abandono do azarado Pastor Maldonado e Grosjean na 11ª posição a equipe segue zerada na pontuação, mostrando que ainda vai demorar um pouco mais mais para os carros pretos e dourados capitalizarem dos bons motores da Mercedes. O piloto francês, aliás, teve sorte de escapar ileso da batida com Perez.

Formula One World Championship 2015, Round 2, Malaysian Grand PrixSAUBER: Num fim de semana em que Ericsson se destacou e Nasr enfrentou problemas de equilíbrio em seu carro, coube ao sueco o protagonismo de causar a entrada do safety-car após rodar sozinho e afunda na brita, rasgando boas chances de pontos. O brasileiro ainda teve que trocar o bico após tocar em Kimi e lhe furar o pneu, o que também o jogou pra trás do grid. Após isso fez uma boa corrida de recuperação, mas limitado pelo equipamento não chegou à zona de pontos. Apesar disso continuam em 4º na tabela.

FORCE ÍNDIA: Essa também não foi uma boa corrida para a equipe indiana. Com seus rivais mais fortes todos na pista, não tinham equipamento para brigar de verdade pelos pontos, apesar da brava atuação de Hulkenberg em alguns momentos, segurando carros mais rápidos, mas tanto o alemão como Perez erraram na dose em disputas de posição e bateram em seus oponentes, sendo justamente punidos por isso e despencando mais um pouco. Aliás, por motivos diferentes nenhuma das 4 equipes equipadas com motor Mercedes saiu satisfeita dessa corrida…

MANOR: Só largaram com um carro, o de Roberto Merhi, e com ele chegaram até o fim. Bom para a equipe, agora “só” falta tornar o carro mais rápido e agregar o de Will Stevens ao grid.

Formula One World Championship 2015, Round 2, Malaysian Grand PrixMcLAREN: ambos os carros abandonaram por problemas mecânicos, mostrando que ainda há um longo caminho a ser percorrido no campo da confiabilidade antes de poderem focar em velocidade, mas isso não impediu a equipe de melhorar sensivelmente de desempenho, disputando com as Force Índia na pista. Button aproveitou para testar ajustes diferentes da asa dianteira na corrida e pouco antes de quebrar achou que um determinado ajuste lhe trouxe uma grande melhora, ensinamento valioso para a próxima etapa.

Abaixo seguem três tabelas respectivamente com os resultados da corrida, a pontuação dos pilotos e do campeonato de construtores:

tabtab1 tab2

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

19 respostas para Análise “equipe-por-equipe” do GP da Malásia

  1. Nayon Partala disse:

    Massa foi melhor que Bottas, não existe essa de tirar na pista, os 2 segundos que foram perdidos por massa nos pits fizeram com certeza a diferença … a Williams noooovamente errou no Pits… o que é inadmissível à uma equipe que almeja vencer!!!!(vai para as minhas notas sobre a corrida, ao final da temporada vamos discutir sobre o duelo interno e sobre pontos perdido… corrida a corrida…)

    sobre o tal problema de falta de potencia momentânea no FW37 de massa.. alguma novidade, perdi algumas voltas da corrida e não encontrei tal informação… alguém???

    a briga será ferrenha entre Williams e Ferrari,…nestas duas a vermelha levou a melhor… mas ainda há 17 provas,… e muito a desenvolver em GROVE… quem sabe ainda teremos Martini Racing a frente dos vermelhos e na cola da Mercedes!!! Go Williams Go!!!!

    • Felipe Gislon disse:

      Massa foi sim melhor que Bottas, foi melhor na classificação e também na corrida, mas no duelo na pista Bottas terminou na frente, e Felipe vendeu caro a ultrapassagem na ultima volta, a tempos que não se via ele com tanta vontade, endureceu ate para o Nico com um carro muito melhor que o dele fez ultrapassagem. Não sei como a memoria do brasileiro é tão curta, um piloto que em que já perdeu um campeanado na ultima volta da ultima corrida por apenas 1 ponto era ídolo nacional novo Senna e tudo mais e agora é tachado no Brasil como ruim, como lento um piloto que sempre correu em equipe de ponta com a Ferrari com vitorias e poles. Temos o Brasil que merecemos, se nem nos torcemos e confiamos na nossa gente.

      Quando assisto as corridas eu fico sempre torcendo que Felipe Massa chegue na melhor posição possível, quando acordei as 4 da manha para ver a corrida eu acordei para ver que iria chegar em primeiro e em terceiro, torcendo que seja ele em terceiro mesmo sabendo que os carros vermelhos estavam fortes, mas também gosto de assistir disputa na pista como a de Massa com Bottas independe de quem fosse ficar na frente, claro sempre torcendo para o brasileiro e das varias disputas por posição no meio do pelotão como foi a excelente corrida de ontem.

      Vamos torcer para que a Williams melhore os seus carros e definitivamente entrar na brica com a Mercedes e Ferrari nos proporcionando um belo campeonato.

  2. Diego Marchi. disse:

    Eu juro que torço pela Willams, não sou daqueles que se revoltam e desdenham do santo de casa, Massa é um grande piloto, caso contrario não estaria na F1 há tempos.
    Erro de PIT, falta de potencia no motor são revés que podem acontecer em uma corrida, quanto a ultrapassagem de Bottas, cada piloto tem seu impeto!!! Aryton Senna jamais seria ultrapassado , iriam ambos para a grama, mais jamais seria ultrapassado!!!
    A volta das Ferraris é algo fantástico para F1 e para nos fans. Talvez a Williams não esteja gostando muito de não ter sido ela a quebrar a hegemonia da Ferrari, mas devemos reconhecer que foi merecida!! 300 milhões de euros investidos!!! a tecnologia esta lá…. se a Mercedes conseguiu Ferrari e também Williams tem chances, pois o dinheiro resolve quase tudo!!!
    Esse ano promete ser bom!!! vamooos verrrr!!! sorte do Sr. Bernie, uma temporada competitiva entre Mercedes e Ferrari é o sonho dos apaixonados e também pode trazer novos fans, tomara que bolem uma distribuição dos ganhos seja mais justa para não sumirem mais carros do GRID.

    • Bruz disse:

      Diego e resto dos amigos invisiveis, entendam uma coisa: A Mercedes não da para as equipes clientes o melhor Setup do Software e manejo eletrõnicos para suas clientes. Eles não podem admitir isso porque iria contra a norma da FIA. Mas vale lembrar em tudo o que falou Ron Dennis no ano passado. Alem do mais os que manejam os motores da Williams são tecnicos e engenheiros da propia Matriz, não pessoal da Williams. Pouco se fala em Blogs e sites especializados sobre esses assuntos tecnicos porque realmente são complexos.
      Total de contas, esquessam do Lasanha, ele esta se divertindo mesmo que siga vendendo fumaça e dando as mais ridiculas desculpas, e ainda ganha uma boa grana por tudo isso. Quem pode ganhar da Mercedes é a Ferrari (e já fez), e a propria McLaren que tem vindo desenvolvendo todo o eletrônico e e o software para por a ponto a engenhoca Honda em igualdade de condições com os Japos. Eu ainda acredito neles.

  3. Pedro disse:

    Este é o velho Massa um piloto rápido de treino, mas na corrida costuma desgastar muito componentes do carro tais como freios e pneus…falta técnica de pilotagem, só um novo regulamento para que o Massa volte a ser competitivo, a volta do controle de tração e do ABS seria o ideal.

  4. Rubens Rossi disse:

    E o Felipe Massa já voltou a “chorar” e, ademais, perdeu para o talentoso finlandês Bottas. O Massa, costumeiramente, perde para os seus companheiros de time. É um Rubens Barrichello piorado.

    • Nayon Partala disse:

      Respeito sua opinião cara,.. é o que acha, blza… MAS dizer que Massa sempre perdeu para companheiros de equipe???!!! e Raikkonen(atual campeão na época…!!) em 2008??? mais uma, o Bottas sim, é um bom piloto, e tinha mais pneus a altura da prova, coloca dois segundos (perdidos na cagad# da williams nos pits) a mais para o massa e veja onde terminaria a prova!!.. sim… à frente do companheiro… sobre a Ferrari, tenho a certeza que Massa quis dizer que para a Williams isso é um problema, não para o esporte…

      abraço!

      • Ricardo Pereira Silva disse:

        Só a Rede Globo para tentar vender a imagem de que o Massa é um craque da F1. Vários pilotos são melhores do que o Felipe.

  5. Anônimo disse:

    Maior problema da Williams se chama investimento no carro e competência na pista.
    Toda corrida a Williams erra na estratégia ou paradas no box, pelo amor de Deus!!
    A Sauber estava forte, pelo menos com carro de Ericsson, o carro de Nars tinha um problema serio do diferencial.
    No momento está…

    1° Mercedes
    2° Ferrari
    3° Williams
    4° Sauber

  6. Matheus Henrique de Paula Cunha disse:

    Estou enganado ou a McLaren equipe tradicional está na frente da Manor só por causa de um 11º posição contra 15º???Do jeito que ta ja estou vendo o Will Stevens brincando com Alonso na reta de monza e de Interlagos e para piorar repetir a ultrapassagem em Abu Dhabi de novo.

  7. sammer disse:

    Na minha opinião, o Massa fez uma bela corrida apesar de ter chegado na 5ª colocação, muitas vezes acho que ele arruma muita desculpa…, tira o dele da reta.., mas desta vez os créditos do resultado coloco na Williams, a equipe não faz uma estratégia decente, só faz o óbvio, olha a Ferrari, foi mais ousada e levou a vitória para casa, e conseguiu com que o Raikkonen chegasse na frente das Williams mesmo tendo o pneu furado e caído para o final do pelotão, acredito que se o Massa e o Bottas permanecessem na pista eles teriam ao menos a oportunidade de lutar pelo pódio, o Massa largou super bem conseguiu ganhar várias posições, se eu não me engano estava em quarto quando o safety car entrou na pista, poxa não tem carro para vencer…, tenta na estratégia, se continuasse na pista com certeza o resultado não seria tão decepcionante, poderia não vencer mas ao menos lutado.

    Mas vamos lá temos a esperança da Williams melhorar neste aspecto.

    • Ricardo Pereira Silva disse:

      O Felipe Massa é, a meu ver, um ex-piloto em atividade e sempre tem uma desculpa esfarrapada para justificar os seus infortúnios. O brasileiro culpa a chuva, os pneus, o vento, o Sol, o outro piloto, a própria equipe, o alienígena etc. Bottas é SUPERIOR ao MASSAcrado!

      • Rick disse:

        Tudo bem que cada um tem sua opinião, mas a sua está abaixo da crítica.Não precisa ser especialista para perceber que tudo isso que você falou não tem o menor fundamento.Busque fundamentar seus comentários. É o mínimo que se espera.

  8. Lucas Capez disse:

    Podem me chamar de saudosista e, de fato, sou. Mas tenho fidúcia, fé no labor da Mclaren e da Honda, apesar das censuras que ambas estão sofrendo. Já li muito a respeito das dificuldades que a dupla está enfrentando, porém o otimismo demonstrado por Button e Alonso me traz alguma esperança. Além disso, recordo-me do inolvidável Ayrton Senna, um gênio das pistas, que foi tricampeão com a Mclaren/Honda.

    Fernando e Jenson são dois pilotos destros e tarimbados e, não se pode olvidar, ex-campeões mundiais (três títulos no total). Tenho muita admiração pelo britânico em função do profissionalismo, da polidez e do atilamento. O espanhol tem uma personalidade forte, mas é um “racer” notável e sabe, como ninguém, “tirar leite de pedra” de um carro problemático. Incontestavelmente, trata-se de uma dupla de respeito e que será muito importante para a montadora nipônica desenvolver a sua usina de força.

    Engenheiros qualificados, por certo, trabalham incansavelmente para levar a Mclaren-Honda ao seu lugar devido, ou seja, disputando vitórias, títulos, pontos.

    Sou fã da Mclaren e da Honda.

    Cordialmente,
    Lucas Capez

  9. Mauro Lopes disse:

    O Felipe Massa sempre esteve atrás do alemão, do espanhol e do finlandês (agora, duas vezes!). Na Ferrari, “apanhava” do Fernando Alonso e ainda tinha de dar passagem ao príncipe espanhol. Recordam-se do constrangedor “Alonso is faster than you”? Saudades do tricampeão Nelson Piquet, do tricampeão Ayrton Senna e do bicampeão Emerson Fittipaldi. Estes, sim, pilotos que deram muito orgulho ao povo brasileiro. O Massa é até um bom piloto, mas ele está longe, muito longe de ser um fora de série.

    • Lair disse:

      Concordo com você.
      Emerson, grande piloto, mas ele é meio tipo Alonso, errou depois do segundo título mundial, o rato só pegou equipes ruins por teimosia de seu irmão Wilson e olha que várias equipes como a Ferrari queriam ele, senão teria 4 títulos.
      Piquet nunca foi um piloto rápido, mas conhecia mecânica e pilotos como ninguém só errou quando aceitou Mansell como companheiro de equipe, mas não condeno o Piquet o Mansell em 5 anos de F1 nunca tinha vencido corridas até outubro de 1985. Piquet tinha assinado em setembro de 1985 com a Williams. Piquet seriam um grande chefe de equipe, porque ele sabe como ninguém desestabilizar um piloto…com provocações e derrotou Mansell um piloto mais rápido.
      Senna é sem dúvida o piloto brasileiro mais talentoso ótimo de treinos, chuvas e pistas novas. Defeito afoito. Se não tivesse acontecido sua morte teria fácil 5 títulos.
      Massa para mim depois de Senna é o mais rápido, mas em condições de corrida perde para Senna, Piquet, Emerson e até Rubinho…

  10. Fernando Assad disse:

    A corrida foi chata. Sem falar no horário… Para variar, o Massa voltou a receber aulas do Bottas. Que venha o GP da China!

  11. Bruz disse:

    Eu fico bocó assistindo como tudo mundo fica falando que a Ferrari ganhou pela estrategia de pneus. Mas, serã?? De fato ganharia mesmo sem SC pq eles já tinham a estrategia de 2 paradas como certa e a Mercedes iria para 3. Mas há um fato interessante logo depois do ultimo Pit do Hamilton. Os dois em igualdade de condições e com os mesmos pneus, o ingles não conseguiu aproximação durante as seguintes 10 voltas, e ainda não sabemos se Vettel não poderia ter aumentado essa vantagem, porque ao inves de Hamilton que vinha como um maluco tentando ate fugir do Nicole, o Vettel não tinha porque forçar coisa nenhuma, era só administrar a vantagem que foi o que realmente fez no final da prova.
    O que significa tudo isso??
    Tem sido muito falado pelas más linguas, que a Rosa tem 150 CV escondidos (Eu tive a prima campanada depois do primeiro dia da pretemporada quando Vettel cravou aquele temporal no gelido circuito de Jerez). Essa potencia extra deveria ser liberada no que resolvessem problemas de fiabilidade e na refrigeração. Com o novo ajuste a 5 UPs para a temporada, a coisa vai ser mais facil. De repente liberaram um pouco a cabalaria para tentar pegar a Mercedes na Malasia.
    Por outro lado, não tem como os de Brackley perder toda essa vantagem de 1 a 2 seg por volta da noite para o dia. Assim que acreditop que eles estavam num setup bem conservador para evitar humilhar de novo a concorrencia como fizeram na Australia e poupar motor na escaldante Malasia. E ai foram pegos de surpresa pela Rosa.
    Acredito que Vettel tem grande parte do exito da Ferrari em Sepang devido a ssua extraordinaria pilotagem. Mas não nos iludemos. Em China já voltaremos a ver a verdadeira cara da Mercedes… a não ser que a Rosa libere de verdade tudo o potencial que dizem ter nessa “Besta”

  12. Bruz disse:

    E o Nasr hein??? Muita gente se empolgou com o Nasr, e o que ele fez de verdade foi um belo trabalho. mas eu também vi o outro Nasr na Australia, que é o mais parecido com aquele que já tinha visto muitas vezes na GP2. É o cara que esta onde não deveria estar, e termina se envolvendo em acidentes innecesarios que terminam com sua corrida e com a de outrso pilotos. Perguntem para o Cecotto quantas vezes se bicou com o Nasr;
    O Nasr entrou com tudo onde não cabia no inicio de prova Aussie e terminou jogando para fora o Maldoso, mas quem se importa com esse veneco maluco, ne?. Mas em Sepang de novo, acertou o Kimi, acabando com as possibilidades reais que tinha o finlandes de disputar o podium. E é o mesmo Nasr que se desculpa e diz que foi desnecesario e um acidente evitavel. Pelo menos em aceitar seu entrompe, é um bom sinal. Esperemos que não seja só isso e não continuemos assistindo o mesmo Nasr da GP2. Qualidades já demostrou ter.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s