Análise “equipe-por-equipe” – GP do Bahrein 2015

f1 Todos esperavam um corridão no Bahrein e até que ela foi boa, com disputas da segunda posição para trás e com Hamilton mais uma vez caminhando para a vitória. Vamos agora à nossa tradicional “análise equipe-por-equipe” do GP barenita e ao final as tabelas atualizadas de pontos:

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER @inacioF1

MERCEDES: Apesar de enfrentar problemas com os freios eletrônicos traseiros no fim da corrida, a equipe segue líder, com Hamilton vencendo com relativa tranquilidade. Rosberg fez uma corrida mais agressiva, partindo pra cima e vencendo as Ferrari, mas no final Kimi o bateu numa luta aberta e ele ficou ainda mais longe da pontuação de seu companheiro na luta pelo título.

FERRARI: Todos acharam que em ritmo de prova os italianos ameaçariam mais a Mercedes, mas isso não ocorreu. Kimi ousou na estratégia de troca de pneus e acabou sendo bem sucedido. Vettel teve problemas na sua asa dianteira, mas também errou mais do que de costume e no fim não conseguiu superar a Williams de Bottas, perdendo a vice-liderança para Rosberg.

f3WILLIAMS: Massa teve problemas com um sensor na volta de apresentação e assim largou do box, fazendo uma corrida de recuperação que ainda foi prejudicada por um toque de Maldonado em sua traseira que danificou seu assoalho. Assim, marcar um pontinho foi razoável. Bottas aproveitou o problema de Vettel para ficar à sua frente, segurando-o até o final sem cometer erros. A verdade é que a Williams terá que evoluir mais rápido se quiser bater as Ferrari em condições de igualdade.

RED BULL: Mais uma vez pontuaram e assim passaram a Sauber na tabela de pontos, mas tanto Ricciardo como Kvyat ainda estão longe de pensar em pontos mais graúdos com as limitações de seu motor e chassis, que não é tão estável. Aliás, Ricciardo estourando o motor na reta de chagada foi um espetáculo visual e mais um alerta para os franceses…

LOTUS: Grosjean registrou seu segundo sétimo lugar seguido, mostrando importante regularidade e Maldonado, que passou reto nas curvas da primeira volta, vinha em briga renhida pelos pontos até seu motor entrar em ponto morto na última parada, derrubando-o lá pra trás. Que fase…

f4FORCE ÍNDIA: Hulkenberg largou bem, mas foi Perez que chegou melhor e pontuou. Ambos lutaram bravamente só que o mexicano conseguiu controlar o desgaste dos seus pneus traseiros de maneira mais eficiente e isso foi decisivo para a equipe.

McLAREN: Com Button sem nem alinhar por problemas no seu motor (bem no GP dos donos de 50% da equipe), Alonso correu sozinho e quase pontuou, chegando em 11º e alternando momentos de bom ritmo e outros em que seu carro era passado com facilidade. Já passou da Hora da Honda resolver esses problemas crônicos que hora deixam os pilotos na mão, ora limita enormemente a potência dos seus motores.

SAUBER: Estratégias conservadoras de paradas, aliadas a paradas mal feitas onde perdiam tempo e posições para os rivais direto e a um carro que aos poucos começa a ficar pra trás em desenvolvimento foram os ingredientes que os impediram de pontuar. Nasr ainda largou mal, mas passou Ericsson na pista e ainda colocou Hulk entre eles, mas tudo isso longe dos pontos

fag2TORO ROSSO: Carlos Sainz abandonou por falha da equipe (não prenderam direito uma roda) quando fazia sua corrida correta e Verstappen foi mais uma vítima dos motores Renault… Agora a Lotus já e Force Índia colaram neles na pontuação.

MANOR: Mais do mesmo: figuração com seus dois pilotos. Isso deve mudar (muito pouco) com a estreia do novo carro prometida para o meio da temporada.

tab1 tab2

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Análise “equipe-por-equipe” – GP do Bahrein 2015

  1. Marcell disse:

    Até Silverstone… a Ferrari vai chegar de vez nas Mercedes, James Alisson fez um bom trabalho na Lotus em 2012, e 2013. E agora tendo mais recursos na esquadra de Maranello com certeza, a equipe vai crescer e muito! Até lá tbm, a Mclaren entra no Q3 e começa a pontuar. A Williams vai ter de trabalhar forte pra se manter como a terceira força… E a Red Bull, é só lamento

  2. Pingback: Todos os vencedores da história da Fórmula 1 | JOSEINACIO.COM

  3. Pingback: Ferrari pode ganhar 30 cavalos, rivais se preparam | JOSEINACIO.COM

  4. Pingback: E agora, Pastor Maldonado? | JOSEINACIO.COM

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s