Ferrari pode ganhar 30 cavalos, rivais se preparam

kimiSegundo informações que circulam na imprensa italiana, a Ferrari tem previsto um “upgrade” de até 30 cavalos de potência em seus motores para a etapa do Canadá da Fórmula 1, mas o nem sempre credível Bild, da Alemanha, diz que eles podem adiantar esse ganho já para a próxima etapa, na Espanha.

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER @inacioF1

Se esse ganho vier já para Barcelona, a Ferrari poderá se tornar uma ameaça ainda mais real para o domínio da Mercedes e colateralmente ajudaria a sua cliente Sauber a voltar a figurar na zona de pontos com menos dificuldades, lembrando que os suíços adiantaram para o Bahrein um novo desenho de asa dianteira que infelizmente não funcionou como o esperado, segundo informou Felipe Nasr.

Ainda no campo das novidades, é esperado que quase todas as equipes tragam atualizações aerodinâmicas e mesmo mecânicas para a etapa de Barcelona, inclusive o pessoal que usa motores Mercedes e Renault, que deverão vir com melhorias, algum ganho de potência (e sobretudo confiabilidade, no caso dos franceses).

Formula One World Championship 2015, Round 3, Chinese Grand PrixMas no campos das evoluções, a McLaren-Honda é uma das que mais se espera, especialmente depois das palavras de grande otimismo de Fernando Alonso“Estaremos trabalhando sem parar para melhorar o desempenho em Barcelona e as chances indicam que deveremos conseguir – mesmo sabendo que ainda há muito trabalho a ser feito” e depois reforçou: Eu prevejo que em Barcelona veremos o primeiro grande passo e também o efeito da potência em Mônaco é menor, o que nos deve proporcionar uma boa corrida por lá. Minha previsão é que as próximas três corridas serão muito interessantes para nós”.

Na Williams as pretensões são de que mesmo com as novidades ele não consigam superar a Ferrari, mas ao menos garantir que permaneçam como terceira força no campeonato: “Estamos preparando uma série de melhorias para Barcelona, mas alcançar a Ferrari será bem difícil”, declarou Rob Smedley, no que Claire Williams completou: “Eu ouvi que a Ferrari está colocando mais 100 milhões de dólares no seu plano de desenvolvimento e isso além do que eles já tinham planejado para essa temporada –  isso é o nosso (orçamento de desenvolvimento) inteiro!” 

Assim teremos nessas 3 semanas de intervalo até a etapa espanhola uma grande corrida silenciosa nas sedes das equipes em busca de produzir novas peças para serem testadas em Barcelona e quem sabe assim rearranjar o jogo do forças entre as equipes, com todas esperançosas de terem feito suas lições de casa melhor que as rivais.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

9 respostas para Ferrari pode ganhar 30 cavalos, rivais se preparam

  1. André Luiz disse:

    José Inácio já li que o ganho de potência não é só de 30 cavalos e sim de 60 assim afirmou o Helmet Marko da Red Bull e o Lito Cavalcante do Sportv, pois junto com a melhoria do motor como um todo que vai dar os 30 cavalos a mais de potência a Shel está desenvolvendo uma nova gasolina que vai dar mais 30 cavalos por isso o total vai ser de 60 cavalos e essa nova versão só vai estrear mesmo no Canadá pois a Ferrari já utilizou o seu 2 motor de combustão interna no Barein, por isso eles postergaram a estreia dessa nova versão para ganhar mais tempo de testes no dinamômetro.

  2. jose silvino rodrigues disse:

    SE A FERRARI CONSEGUIR MAIS 30 CAVALOS DE POTENCIA EM SEUS MOTORES ISSO VAI SER MUITO BOM, SÓ ASSIM O PROXIMA CORRIDA VAI SER OTIMA POIS QUEM VAI SE DELICIAR E O PUBLICO POIS A DISPUTA VAI SER MUITO BOA VAMOS ESPERAR PRA VER…

  3. Leoni disse:

    A Ferrari sempre teve motores potentes. Os erros deles é quererem inventar como usar boxer 12c que são inferiores aos V12 e V8 como na década de 70, depois optar por um V12 com angulo de 180°, para melhorar a distribuição de peso, esquecendo os problemas aerodinâmicos, quando fizeram um turbo V6 era um belo motor tinha o bloco de ferro, depois virou alumínio, depois ferro de novo, chegaram a fazer um L4 turbo que não foi usado. Tudo dinheiro fora. Voltando aos aspirados em 1989 de novo optaram pelo grandalhão V12 até se encontrar encontrar com V10 como os concorrentes. Na minha opinião a Ferrari sempre teve motores superiores aos Renault, mas a Renault sempre fez melhor gestão na escolha de suas equipes (sempre inglesas e com grande orçamento), a Renault fez poucos motores aspirados na sua estória, com um bom sucesso. A Renault investe muito pouco perto do que uma Ferrari investe e ganha tanto ou mais que a Ferrari. Já a Ferrari falha muito…é muito desperdício de dinheiro…parece uma empresa estatal…tem que botar um inglês para administrar esta equipe. O orçamento da Ferrari é o maior da F1 e tem 1300 funcionários só na F1.

  4. Marcelo disse:

    O Vettel ficou no mesmo ritmo de corrida de Rosberg, até aparecer o problema da “asa” dianteira.

    Curiosamente o alemão não conseguiu passar Bottas, Vettel se aproximava nas curvas, mas na reta a Williams disparava. Deve ter “quebrado” o ritmo do alemão quando ele teve que trocar a asa dianteira. Se vier esses 30 cv a mais na Espanha, o bicho vai pegar…tá fazendo falta Ferrari largar a frente. Se Vettel teve problemas, dessa vez foi Kimi quem mostrou todo potencial do carro…mas esse, precisa largar mais a frente se quiser vencer corridas. Vettel venceu na Malásia, mas largou em segundo…mérito do alemão em colocar o carro entre as Mercedes.

    Vettel largou em 4º ,2º ,3º ,2º
    Kimi largou em 5º, 11º , 6º , 4º

    Essa postura do Vettel no grid(4×0), vai ser muito importante, pra bater Lewis em 2016. Ferrari tem que brigar por poles. O time italiano esta um “relógio” evoluindo a cada GP, mas colocar dois carros pra brigar por poles é muito difícil. Então, eles apostam muito na capacidade do piloto. Observe Rosberg, esta sendo batido por Vettel em algumas classificações, impensável isso na Mercedes, ainda mais Lewis fazendo todas as poles. Bom lembrar, Vettel é mais novo, tem muito talento, não perde a motivação…já venceu uma corrida.

    Na balada que Maranello esta, a Mercedes não pode parar de evoluir. Quanto a Rosberg? Mercedes vai investir tudo em seu melhor piloto, é sempre assim, quem esta a frente na pontuação leva vantagem. E se a Ferrari ameaçar lá na frente, Rosberg além de segundo piloto, vira capachão. Mercedes não é boba, sabe da capacidade e fome de Vettel, se ele tiver carro bom igual a Mercedes, é uma ameaça ao título.

    Williams falta grana pra desenvolver o carro, a Mercedes podia dar uma força mandando motor melhor pra Williams encostar na Ferrari. Para Bottas e Massa é um drama, são obrigados a fazer corridas sem destaque. Mundial de Construtores mostra como estão as forças: Mercedes, Ferrari, Williams, RBR e Sauber.

    Em seguida várias equipes com problemas graves de desempenho e confiabilidade. Toro – Rosso estava bem e despencou. Lotus foi o contrário, somou pontos nas últimas provas, Force India esta um tiquinho melhor que a Mclaren, essa ultima, pelamor esta uma bosta!

    Marussia tadinha, nem conta…

  5. Marcelo disse:

    Abaixo, os melhores pilotos da Formula 1 sem títulos.

    A revista Quatro Rodas instituiu em 1989 o Ranking de todos os tempos(semelhante ao Ranking Oficial da FIA). Os 6 primeiros de cada campeonato recebem pontos(9,6,4,3,2 e 1). A soma é multiplicada pelo resultado da divisão do número de vitórias pelo total de GPs disputados. Este critério valoriza a regularidade em cada campeonato e a média de vitórias. Esse critério vale apenas para quem venceu uma vez na F1.

    Ex:S.Moss 16/66 x 36 = 8,72 média

    Desde 1989 me baseio por essa lista, como foi criada por uma revista brasileira, tem que ser levada em consideração. Estranhamente, a revista deixou de publicar a lista ao final dos anos 90. O vento começou a soprar contra os pilotos brasileiros, acabou o interesse. Mesmo assim, resolvi atualizar ano a ano para ver como fica, acredito ser uma boa base para saber o nível dos pilotos. Para maioria no Brasil(por causa da raivinha dos pilotos de fora), essa lista não que dizer muito, mas ninguém pode negar o aproveitamento que cada piloto.

    Fonte para dados: http://www.statsf1.com/

    A lista abaixo esta atualizada até o GP de Brasil 2013, mas por curiosidade, atualizei a média de Felipe Massa até a última prova de 2014. Felipe perdeu uma posição na lista abaixo, sua média ficou 0,78. Esse é o problema de ficar muito tempo na F-1 sem vencer, a média vai caindo, e o aproveitamento também.

    No pódio:
    01)S.Moss-8,72
    02)T.Brooks-1,89
    03)C.Reutemann-1,80

    04)R.Peterson-1,46
    05)J.Ickx-1,44
    06)D.Coulthard-1,42
    07)G.Berger-1,04
    08)J.P.Montoya-1,04
    09)R.Barrichello-0,91
    10)F.Massa-0,86
    11)F.González-0,84
    12)B.McLaren-0,73
    13)M.Webber-0,66
    14)C.Regazzoni-0,60
    15)Luigi Fagioli-0,57
    16)P.Collins-0,56
    17)J.Alesi-0,54
    18)G.Villeneuve-0,53
    19)D.Gurney-0,51
    20)W.V.Trips-0,44
    21)R.Schumacher-0,40
    22)B.Vulkovich-0,40
    23)R.Patrese-0,37
    24)D.Pironi-0,34
    25)P.Flaherty-0,33
    26)Piero Taruffi-0,33
    27)R.Arnoux-0,32
    28)J.Laffite-0,30
    29)M.Alboreto-0,28
    30)P.Revson-0,26
    31)E.Irvine-0,24
    32)J.Watson-0,23
    33)H.H.Frentzen-0,19
    34)M.Trintignant-0,19
    35)F.Cevert-0,17
    36)L.Musso-0,16
    37)R.Ginther-0,16
    38)P.Depailler-0,12
    39)T.Boutsen-0,11
    40)E.de Angelis-0,11
    41)J.Parson-0,11
    42)l.Bandini-0,09
    43)I.Ireland-0,08
    44)G.Fisichella-0,07
    45)P.Rodriguez-0,07
    46)J.Hebert-0,05
    47)P.Tambay-0,05
    48)R.Kubica-0,05
    49)J.Siffert-0,04
    50)J.P.Beltoise-0,02
    51)N.Rosberg-0,02
    52)J.C.Pace-0,01
    53)A.Nannini-0,01
    54)J.P.Jabouille-0,00
    55)Lee Wallard-0,00
    56)Troy Ruttman-0,00
    57)Bob Sweikert-0,00
    58)Sam Hanks-0,00
    60)L.Scarfiotti-0,00
    61)Rodger Ward-0,00
    62)J.Rathmann-0,00
    63)G.Baguetti-0,00
    64)Peter Gethin-0,00
    65)Gunnar Nilsson-0,00
    66)V.Brambilla-0,00
    67)H.Kovalainen-0,00
    68)Jo.Bonnier-0,00
    69)Jochen Mass-0,00
    70)O.Panis-0,00
    71)J.Trulli-0,00
    72)P.Maldonado-0,00

    Depois mando dos campeões, tenho que atualizar a lista para 2014.

  6. Leoni disse:

    Estes ranking são todos interesse pessoais.

    Os mais famosos Ranking foram os feito por 217 ex pilotos de F1, tem o da BBC, Autosport, Autosprint, Time etc…

    Eu posso criar uma lista que valorize o número de corridas absoluto para favorecer o Schumacher, ou posso criar um método em que valorize os treinos para favorecer o Senna, ou o confronto com campeões mundiais o que valoriza o Prost, ou a proporcionalidade para valorizar o Fangio.

    Existe um ranking, muito interessante, baseado em critérios matemáticos comparando piloto contra piloto na mesma equipe, feita por um britânico e é claro que os britânico foram os favorecidos. 1) Clark 2) Stewart 3) Alonso 4) Schumacher 5) Fangio…..16) Prost….19) Senna…23) Émerson….29) Felipe Massa…. 34)José Pace …50) Barrichello…..55) Nélson Piquet. O Piquet atrás do Rubinho e do Massa, Pode?

    Existe o ranking feito pelo Tazio, feita pelo jornalista Fabio Seixas, o objetivo é tentar colocar o Piquet entre os 10, porque nenhuma lista mundial coloca ele entre os 10.

    Pelo que eu conheço você é o Marcelo Costa ou Marcelo Alemão e você está colocando a lista da 4 rodas para favorecer o seu ídolo Schumacher.

  7. Niki Lauda disse:

    Gente, eu gostei muito desse cara aqui, mas as opiniões dele é meio duvidosa sobre oque se espere da temporada europeia.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s