Webber dispara: “Fórmula 1 precisa ser o máximo”

f3O ex-piloto da Red Bull e atual titular da Porsche na WEC Mark Webber deu uma entrevista muito interessante e contundente à F1i.com onde foi enfático: Os pilotos da Fórmula 1 precisam e desejam um maior desafio físico para pilotar.

A fórmula 1 teve muitas mudanças desde quando ele começou a correr, mas aparentemente a evolução não foi positiva em muitos aspectos: É uma pena que eles não encontraram um equilíbrio certo, provavelmente a melhor coisa que fizeram nos últimos 5 anos foi adicionar as faíscas! É preciso mais do componente físico e assim uma recompensa maior para quem é mais disciplinado nessa área”.

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER @inacioF1

Sobre ter que administrar o consumo dos pneus e o uso da asa móvel (DRS), Webber também não é um entusiasta: “No futebol ou tênis de elite se você fizer o gol maior você acha que Messi ficaria feliz? Provavelmente não, porque ele tem a habiolidade. Eu não acho que o Roger Federer quer que a altura da rede seja rebaixada. Pilotos precisam ser estimulados” em seguida comentando francamente sobre suas próprias limitações: “Eu sei que eu não tinha o mesmo talento de alguns caras com quem eu corria e é por isso que eu só consegui os resultados que obtive”, emendado, “mas os caras que tem mais talento não estavam felizes. Michael (Schumacher) estava muito desapontado com o seu retorno. Sim, ele não estava mais no seu ápice, mas ele estava claramente desapontado que correr não era mais do jeito que foi.”

Webber segue: “Eu estou falando em nome dos pilotos na frente do grid porquê eles não podem falar o que realmente sentem, mas eu estou falando para eles agora.” opinando que Fórmula 1 deveria ser muito mais rápida do que é hoje: “A Fórmula 1 deveria ser 15 segundos mais rápida do que qualquer outra categoria. Pilotos e espectadores não deveriam experimentar nada parecido com isso, ela deveria te arrebatar.” 

webbEm seguida o piloto dá um claro exemplo de como a categoria não está onde deveria: “Atualmente você tem pelo menos duas outras categorias que estão a menos de 2 segundos no ritmo de corrida. Talvez devessemos participar de uma corrida de F1 com um carro da WEC, poderíamos marcar pontos e somos 250 quilos mais pesados! A Fórmula 1 precisa ser o máximo da engenharia e do lado técnico mas em termos de exigência dos pilotos correrem no limite por 2 horas, é questionável no momento. Os atuais competidores estão frustrados, eles querem mais, eu si que querem. Eu não estou dizendo para desfazer tudo, até porque nos anos 2000 também haviam corridas chatas, mas porque as arquibancadas estavam cheias naquela época? Porque os fãs estava assistindo algo sem precedentes!”

Eu concordo com grande parte do que Webber disse, mas tornar os carros de Fórmula 1 cerca de 13 segundos mais rápido do que os atuais mantendo padrões de segurança, o já indispensável conceito de energia renovável e sobretudo sem os custos dispararem e ainda conseguindo a aprovação unânime das equipes não será uma tarefa fácil – mas é necessária.

Tirar as amarras de desenvolvimento dos atuais motores V6 turbo bem como dos elétricos seria uma maneira, mas isso acarretaria em uma onerosa corrida desenvolvimentista das fabricantes de motores que teria impacto nas equipes, que já se encontram em grande parte sem dinheiro e que ainda teriam que projetar carros completamente novos (talvez com pneus mais largos, etc) para controlar essa maior potência. Para ler a íntegra da entrevista em inglês, clique aqui!

O que você faria para tornar a F1 bem mais rápida, considerando as questões de custos, segurança e de manter motores ecologicamente mais responsáveis?

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

26 respostas para Webber dispara: “Fórmula 1 precisa ser o máximo”

  1. Anônimo disse:

    Tem que estreitar as asas dianteira pra difícultar a pilotagem, enlarguecer as rodas traseiras aí saberemos quem é piloto de formula1!

  2. Anônimo disse:

    Regulamentação mínima.
    Estabelecer regras de segurança, limitação do uso de combustível, estabelecimento de custos máximos e só.
    Assim cada equipe ia fazer o diabo em inventividade e engenharia, cada uma chegaria a limites e conceitos diferentes, o que ia deixar o grid muito mais interessante, exigente, e útil para tecnologia de fora das pistas.

  3. Anônimo disse:

    José Inácio, infelizmente teus comentários a respeito das palavras do Webber foram infelizes… Todos, sem exceções, estão criticando a F1, e o Webber (experiente na F1 e sem mais nada a perder na F1) disse o que precisa para melhorar… é só fazer, sem arrumar empecilhos, como fizesse… parecesses o Bernie… hehehe. Abraço!!!

  4. Anônimo disse:

    Eu penso que um ótimo passo seria permitir novamente outros fornecedores de pneu, quando tinham outras marcas dependendo do circuito havia mais equilíbrio entre as equipes.

  5. Diego Marchi. disse:

    Não é a economia de combustivel que a F1 faz que vai salvar o mundo do aquecimento global…
    Corridas devem ser disputadas até o fim, o publico gosta de amostras de habilidade, carros dançando ultrapassagens de tirar o folego, vórtex, som, a diferença tirada no braço.
    Ver as corridas de hoje em dia, onde pilotos tem q administrar combustível diminuindo o ritmo, ou onde um piloto que segue atras evita manobras de ultrapassagem afim de controlar desgaste de pneu… Francamente dá sono…..
    É por isso que o publico da F1 diminui a todo ano, e o Rally, Indy, Drift, Wec e as inumeras categorias de turismo já à superam em publico. Isso acontece simplesmente porque essas categorias não perderam sua essência, p Rally continua maluco e desafiador, Indy continua com disputas de tirar o folego com motores cuspidores de fogo, o DRIFT é lindo e tem crescido muito na America do norte, Europa e Asia, Wec adotou novas tecnologias mas nem de longe é sonolenta, e as varias categorias de turismo são marcadas por disputas empolgantes….
    F1, mais motor, menos pressão aerodinâmica, mais combustível… kkkkkk esse papo de ser ecologicamente correta é só politica que não leva a nada, claro que o futuro caminha para o desenvolvimento sustentável mas não é a hora certa para o automobilismo partir para esse rumo!!!

  6. Gabriel disse:

    Se dependesse de mim, o que eu faria seria: Coisa simples e que “aumentaria” o som dos motores e daria mais dinâmica nas corridas é a retirada do limite de combustível. Acho essa ideia de ter que poupar combustível para não ficar sem, algo impensável para uma corrida de formula 1. (Os caras trocam de marcha por volta de 10, 11 mil rpm, quando o limite dos motores é 15 mil, pra poupar motor e combustível.). Esse limite de 4 motores por temporada é muito pouco e é outra coisa que limita a velocidade dos pilotos, pois eles tem que poupar o motor. Essa quantidade enorme de pneu, que só serve pra confundir o torcedor e que se degrada rápido, também afeta a velocidade dos pilotos, pois também tem que poupar pneu. Acho que os pilotos deveriam correr apenas se preocupando em ser o mais rápido que puderem, sem se preocupar em poupar isso ou aquilo. Medidas ecológicas devem ter, claro, mas que não afetem ou limitem o show, pois estamos falando de um evento de corrida de automóvel e não de outras coisas e para a parte ecológica já temos a formula E. Acho a ideia do DRS Legal, deveria continuar, mas sem a limitação de estar à 1 segundo de alguém, mas com a limitação de zona. Galera, resumi para não ficar um comentário enorme. Essas medidas que falei, não afetariam significativamente os custos de operação das equipes. Tanto os pilotos querem ser o mais rápido que puderem sem se preocupar em poupar nada, e os torcedores querem ver a corrida, sem se preocupar com fluxo de combustível, tipo do pneu ou qualquer bosta dessa. A gente quer só ver uma corrida cheia de ultrapassagem, sem todos esses “fru-frus”, que não tinham antigamente (Tenho só 22 anos, mas acredito que as grandes corridas de antigamente, não deveriam ter essas limitações horríveis que temos hoje, e por isso eram mais atrativas, pois eram apenas corridas.)

    • Gabriel disse:

      Esqueci de falar o seguinte… “E graças a Deus vamos ter mais potencia!!! Chega de diminuir o motor e a potencia! Do jeito que vai, daqui a pouco vamos ter motores 4 cilindros, 1.0…” kkkkk

  7. Anônimo disse:

    Titular da Audi?

  8. jrwnetoJR disse:

    Só São Paulo, tem uma frota ativa de quase 4 milhões de veículos. Pelo menos 1/3 destes circulam diariamente na cidade. Nesse meio estão os carros velhos sem manutenção, outros sem catalizador…
    Sejamos francos, na boa, faz sentido gastar uma fortuna para fazer 20 a 24 carros de F1 ´ecologicamente corretos´ que rodam 3 dias por ano em 20 lugares diferentes do mundo?

    Se parte desse investimento fosse doado ao país sede de cada corrida para ´combate a poluição´ – seria ecologicamente muito melhor investido. E a F1 poderia voltar a correr com carros beberrões sem frescura e essa utopia de ´ecologicamente correto´.

  9. resenhaforense disse:

    Ouvi dizer que em 2017 os motores poderão ter mais de mil cavalos, e que os pneus serão maiores. Alguém sabe mais alguma coisa sobre isso? Tomara que as coisas mudem e que os motores não fiquem parados no tempo. F1, antes buscar influenciar os carros de rua, deve entender que é, acima de tudo, um ESPORTE!

  10. resenhaforense disse:

    Por mim: i) volta dos v12 e do biturbo (sim, à la 1988); ii) pneus maiores e sem essa frescura de não durar nada; iii) volta do reabastecimento; iv) boxes com menos mecânicos; v) fim da parte elétrica e do kers; vi) fim da asa móvel; vii) fim da troca de marchas em “borboletas”; viii) carros maiores e mais largos; ix) menos padronização do evento (ou seja: mais liberdade para comemoração dos pilotos, sem a frescura que se repete EM TODOS OS FINAIS DE SEMANA), traduzida pelo sem-número de protocolos CHATOS etc.

    • Anônimo disse:

      assino em baixo

    • Concordo com o que você disse sobre o V12, o biturbo, o reabastecimento, os mecânicos e também que eles não devem ficar esperando o carro, devem esperar o carro parar pra sair e fazer a troca, concordo com o fim de toda a parte elétrica e DRS, também com essa padronização chata, sobre os pneus acho que deveriam aumentar um pouquinho os traseiros e diminuir os dianteiros, concordo com os carros mais largos e maiores, acho também que deveriam colocar mais fornecedores de pneus e retirar a direção hidráulica dos carros, pelo menos ao que me consta não tem controle de tração então é um leve alento, acho que deveriam arriscar uma única corrida em oval pra ver como a F1 se comporta, e as pistas de rua devem ser de rua como Mônaco e não autódromos urbanos como Singapura e Sochi.

  11. Leo Ferraz disse:

    Pra começar eu acabaria com essa idiotice de motor elétrico… controle de tração e outros “drive assistent’s”! A Formula 1 de hj com esses elementos mais parece um autorama…. Acho que o design dos carros precisam ser mais chamativos e os carro muito mais rápidos e potentes! Eu olho pra um Formula 1 de hoje e não me emociono! os carros são todos iguais! Não existe nada diferente… Nada novo de verdade a anos. A Formula 1 sempre foi uma categoria de gente inovadora, corajosa… Hoje parece uma trupe de nerds almofadinhas…. Tem uns pilotos que me dão que a qualquer momento vão falar no rádio: “Avisa minha mãe que hj eu quero meu leitinho morno”… Tudo muito chato! Tudo não pode… Sinto falta de inventividade, de ousadia, de malandragem… Sinto falta do Niki Lauda, Nigel Mansell, Alain Prost, James Hunt…. Pra não falar do Deus Supremo da Formula 1 AS…. Só continuo perdendo minhas noites de sono assistindo por que gosto muito de F1, mas realmente estamos vivendo um limbo de talentos e criatividade na categoria… E para terminar além do que eu acho que tem que mudar nos carro acho que seria muito bacana criarem provas diferentes… Uma de longa duração e uma prova especial itinerante…. Que ocorreria sempre em lugares diferentes a cada ano. Já imaginou uma prova de rua em Manhattan? Ou em Paris com os carros passando a mil por baixo da Torre Eiffel???? Ou uma prova especial de Enduro com revezamento de pilotos… Sendo os segundos pilotos grandes ícones que já se aposentaram??? Sei lá… talvez minhas ideias não sejam boas…. Mas do jeito que está não da pra ficar!

  12. Nils disse:

    Não tem como agradar a todos, mas se 51% for a favor que seja.

    Atrair as grandes montadoras, VW, Ford, Chevrolet, BMW, Audi, Toyota, Mazda, muitas delas só não estão na F1 pq simplesmente não é atrativo pra eles, na minha opinião isso se deve ao motivo da Formula 1 ser tão chata, o EXCESSO da importancia da aerodinamica, os motores são importantes, com certeza, mas não é tudo, pq a aerodinamica conta mais hoje em dia.

    Proponho a limitação no desenvolvimento de aletas, asas, por exemplo: 2~3 laminas nas asas frontais e traseiras, sendo que devem ser retas, e não cheias de curvas, limitação de aletas que disciplinam o ar pelo carro inteiro, limitem a aerodinamica, e deixa a parte mecanica rolar solta, porque eu acredito que as gdes montadoras não se utilizam de tantos estudos aerodinamicos, para carros que mal podem passar de 150km por hora, é um numero irrisório, as normas de segurança jamais deixariam os carros de produção em massa sairem com todo o resultado disso, mas os motores sim, esses são beneficiados diretamente.

    Que os motores voltem a rugir e espantar o mundo, querendo ou não mortes e acidentes sérios fazem parte dessa magia, e os pilotos mais que todos sabem os riscos, mas ao mesmo tempo o sabor de sobreviver e ser campeão sob essas circunstancias deve ser algo divino.

  13. volte os motores v10 com etanol coloque pneus mais duros tire todos apêndice aerodinâmico e mais deixe a asa movel pois foi uma boa. ai sim teremos uma f1 interessante.

  14. Silvestre Zanon disse:

    * Pneus de marcas diferentes, três ou quatro no mínimo.
    * Dar mais liberdade de criação aos projetistas, eliminando essas caras iguais dos carros de F-1.
    * Poder trocar o motor toda corrida, pois eliminaria a frescura de poupar equipamento.
    * A última, no melhor estilo Bernie, definir o grid de largada no par ou ímpar…rsrsr

  15. anônimo disse:

    volta pra 2005 – 2006 fórmula 1.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s