Force Índia e Sauber preocupadas com o GP da Espanha

FindiaA equipe Force Índia, que já iniciou o ano devendo bastante desempenho em relação ao que mostrou na temporada de 2014 quando até pódio conquistaram, corre o risco de ficar ainda mais para trás das rivais a partir do GP da Espanha.

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER @inacioF1

Isso porque é esperado que várias equipes tragam atualizações para os seus carros nessa etapa e que em dando certo, poderão torná-las mais competitivas para obter melhores resultados e pontos do que o time de Nico Hulkenberg e Sérgio Perez, cujo projeto de carro”B” revisado e previsto para estrear agora no retorno da Fórmula 1 ao continente europeu foi adiado por atrasos no desenvolvimento que teriam como razão principal a falta de dinheiro, já que os donos da equipe estão com dívidas bilionárias com credores e/ou a justiça indiana.

Assim, a meta da equipe para as próximas etapas deixa de ser superar as rivais, mas não perder contato com elas na tabela de construtores, onde com seus 11 pontos conquistados está encostada na Toro Rosso e Lotus, ambas com 12 e ainda próximas à Sauber, com 19 e cujo ritmo de desenvolvimento do carro também não deve ser dos mais fortes pela falta de um orçamento mais robusto.

Formula One World Championship 2015, Round 4, Bahrain Grand PrixSobre o temor de queda de desempenho da equipe suíça ante ao bom início de temporada, aliás, o brasileiro Felipe Nasr foi sincero numa entrevista para o portal da Globo, dizendo: “Foi um bom começo, promissor para a nossa equipe. Tivemos bons resultados. Agora, é entrar na fase europeia. Para mim, é muito mais fácil de trabalhar o acerto do carro, são pistas que conheço. Mas Barcelona vai ser o grande ponto de mudança das equipes. A maioria vai estar evoluindo. Não sei se vamos estar tão próximos da zona de pontuação como estávamos nas outras etapas. Vai ser a grande prova para a gente saber onde vamos estar. Sendo realista, já sabíamos que as coisas ficariam mais difíceis durante o ano. Então, acho que vai ser mais difícil entrar nessa zona de pontuação”.

Mas a equipe chefiada por Monisha Kaltenborn não largou a toalha e ainda tem algumas evoluções programadas que, se derem certo, poderão ajudá-la nessa disputa contra rivais mais fortes, conforme conta Nasr na mesma entrevista: “A equipe já vem preparando algumas atualizações, até mesmo de motor, da Ferrari. Vamos ter alguma melhoria nisso. E a Sauber vem desenvolvendo principalmente a parte aerodinâmica. É uma limitação grande do carro em comparação com nossos principais rivais. Esse é o ponto em que a gente vem trabalhando mais”.

Nasr realara ainda que até chegaram a testar uma atualização no carro duas corridas atrás (e que na época eu lhes mostrei AQUI), mas que ela não funcionou como o esperado:  Tivemos uma asa dianteira que foi apresentada na China, mas infelizmente não funcionou como a gente esperava. Então, está sendo retrabalhada e espero que em Barcelona a gente consiga tirar algum proveito.”

Com toda essa expectativa de mudanças em carros de várias equipes para o GP da Espanha, a etapa é de grande importância tanto para quem corre como para quem assiste a categoria, a fim de identificar visualmente e sobretudo no cronômetro se alguém veio com uma evolução melhor que as dos rivais e desequilibra a atual distribuição de forças do grid.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Force Índia e Sauber preocupadas com o GP da Espanha

  1. resenhaforense disse:

    Eu venho cantando essa pedra há certo tempo: a hora que a Honda acertar a mão no motor, a McLaren vai dar muito, mas muito trabalho. Acho que vencem uma corrida ainda em 2015 (claro: se o motor chegar). Já vi muita gente que entende de F1 falando que o chassi é excelente. Além disso, a McLaren andou sem muitos hps de potência, e já cutucou o 11º lugar no Bahrein. Vamos aguardar.

    • Gabriel Silva disse:

      ola, vale ressaltar que a Honda está com essa evolução de”Tokens” da unidade motriz congeladas de acordo com o regulamento por ser um motor “novo”. Só veremos a capacidade do motor Honda V6Turbo em 2016, creio na Mclaren Honda fazendo pontos na segunda parte da temporada, após as férias européias (Precedentes ao GP da Bélgica). Até lá, a McLaren, que vem pregando a política de “cada corrida é um aprendizado” vai mostrar aonde está, em 2015, claro. Outro detalhe, eles vão investir forte no carro de 2016,portanto, podem desistir do MP4-30 no final da temporada.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s