Análise “equipe-por-equipe” do GP da Espanha

F1Tivemos um GP da Espanha sem grandes emoções na pista, sobretudo entre os primeiros colocados que só alternaram de posições nas paradas de box, mas de toda a forma a corrida apresentou um novo cenário de distribuição de forças entre as equipes que será analisado agora na nossa tradicional “análise equipe-por-equipe” da prova:

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER @inacioF1

MERCEDES: Sempre superior às rivais, a equipe prateada não teve sua vitória ameaçada em nenhum momento graças à uma condução forte e precisa de Rosberg, que finalmente mostrou que ainda pode tentar lutar pelo título. Hamilton, por outro lado, não conseguiu passar a Ferrari de Vettel na pista – precisou recorrer à estratégia de parada para só então voar, o que pode significar um momentâneo desacerto dele com seu carro seja porque as novidades estreadas não lhe agradaram (mudaram a embreagem, por exemplo), seja por ser surpreendido com a nova boa fase mental de seu companheiro de equipe.

F5FERRARI: Apesar de trazer um carro com 70% de atualizações, os italianos ficaram mais para trás dos alemães que na corrida passada e mais próximos da Williams, o que pode significar 3 coisas: O carro não se adaptou bem à essa pista em particular; as novidades não foram tão eficientes como imaginavam na fábrica; a nova politica mais rígida da FIA na fiscalização do controle de fluxo de combustível (agora o consumo tem que ser uniforme, sem “picos”) lhes tirou um diferencial importante do motor. Teremos que aguardar para ver qual das 3 (senão um pouco todas elas) é real. De toda forma Vettel mais uma vez se saiu melhor que Kimi, que preferiu correr com o lay-out antigo do carro e foi parado pela Williams de Bottas.

WILLIAMS: Parece que a equipe de Felipe Massa e Valtteri Bottas conseguiu uma boa evolução em seu discreto novo pacote aerodinâmico, diminuindo sua distância para a Ferrari e aumentando para a Red Bull. Na corrida Massa largou bem e encostou em Bottas na primeira curva, mas na seguinte acabou espremido e caiu 4 posições, que conseguiu recuperar uma a uma na pista até parar em Raikkonen, que a essas alturas abrira confortável vantagem que manteve até o fim. Bottas conseguiu segurar mais uma vez uma Ferrari atrás de si e assim passou por pequena margem o brasileiro na tabela de pontos, mas vejo uma disputa equilibrada entre ambos até agora.

F2RED BULL: Depois de prometer ganhar até 1 segundo com as atualizações e alcançar as Williams, o que se viu dos rubro-taurinos foi uma queda de desempenho ante a rival almejada. Ricciardo nunca esboçou ter carro para ameaçar Massa e Kvyat lutou para não ser superado por uma Toro Rosso e perdeu. Como sempre a equipe não digeriu bem o fracasso e saiu ameaçando abandonar a Fórmula 1, como criança mimada. Tsc tsc tsc…

LOTUS: Outra corrida nos pontos para a equipe preta e dourada que vai encostando na Sauber. Só que esses pontos de ontem, bem como todos os conquistados até agora, foram obra de Romain Grosjean, apesar de quase castrar seu mecânico numa parada de box meio atrapalhada, já que Maldonado continua com sua nuvem negra de azares e erros a lhe tirar chances de pontos. Dessa vez até com a asa traseira quebrada ele correu até abandonar. A Lotus já deve estar cansando de constância negativa do rico venezuelano.

TORO ROSSO: Apesar da boa classificação da dupla, na corrida ambos foram ficando para trás logo no começo da corrida graças aos seus motores reprogramados com menos potência para não quebrar. No fim ainda conseguimos ver as belas disputas de Carlos Sainz com Verstappen e Kvyat, das quais saiu-se triunfante. Nota-se portanto que o motor é um dos grandes fatores limitantes da equipe.

SAUBER: Felipe Nasr foi o 12º e Ericsson o 14º, ambos em corridas regulares e sem erros, mas também sem chances de pontuar já que sua equipe visivelmente ficou para trás na corrida de desenvolvimento dos carros graças às suas limitações financeiras. Infelizmente esse é um quadro que dificilmente vai mudar.

FORCE ÍNDIA: Outra equipe que despencou após não trazer novidades no carro. Perez e Hulkenberg largaram atrás e por lá ficaram e ficarão até o carro “B” deles estrear. Estava programado para a Áustria, mas já se fala em Inglaterra… Que queda para uma equipe que no ano passado já tinha conquistado até pódio à essas alturas.

McLAREN: Alonso até que vinha razoavelmente bem, brigando com Toro Rosso e Sauber com esperanças de pontuar, mas a sobreviseira descartada de seu capacete caiu justamente no duto de resfriamento do freio traseiro, fazendo-o perder os ditos e abandonar. Button não estava tão bem, dizendo que seu carro estava realmente ruim desde o começo. Assim, continuam zerados na tabela, um tremendo balde de água fria para a equipe.

MANOR: Figuração à espera de seu carro novo mais para o meio da temporada, mas não espere milagres dele.

Tab2 Tab

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

14 respostas para Análise “equipe-por-equipe” do GP da Espanha

  1. Anônimo disse:

    “Felipe Nasr foi o 12º e Nasr o 14º”… o clone… hehehe. to brincando, aviso para poderes arrumar… 😉

  2. Denis Lima disse:

    Concordo com sua análise mais uma vez precisa e bem feita porém descordo em partes que o Hamilton tenha passado o Sebastian Vettel apenas na estratégia de equipe levando em consideração que o trabalho dele ma pista andando rápido e virando volta mais rápida em cima de volta mais rápida foi fundamental para a estratégia funcionar

  3. Marcell disse:

    Resumo dessa corrida em um palavra… TÉDIO!
    Liberem a potência desses motores de fricção, aumentem o n° dessa “birosca motriz” para 8 ou 10 por temporada, tira o fluxometro e mete reabastecimento de novo ai… Ngm aguenta mais essas história de poupar pneu, motor, combustivel, suco e etc..
    E façam pneus decentes que permitam os caras andarem mo limite (Abram para duas fornecedoras, sei lá… )Tá embassado aguentar esses mingais de borracha da Pirelli. Toda hora aparece algum rádio dizendo que fulano ta sem pneus…Q SACO!!!!!

    Mas eu já sei a resposta pra tudo isso que eu disse… “não podemos fazer isso ,pq estourariamos mais ainda os custos…blá,blá,blá!” Enfim… conseguiram fazer algo que não podem gerenciar!

    Parabens Bernie, Todt e companhia… Esse ”sucesso” é de vcs!

    • Dr. Gonzo disse:

      Concordo, cara. É muita coisinha, muita limitação, muita frescura… Só pra destacar, a Ferrari tava ali, chegando, os caras inventam a tal média de combustível, resultado, findaram o avanço dela.
      Se é ra deixar carros mais iguais então que fossem direto pro obvio chassis e motores iguais, pronto. Essa enrolarão de detalhes técnicos que ninguém entende tá deixando a F1 enfadonha e cada vez mais distantes dos espectadores.

  4. Marcelo disse:

    Lixão esse carro Mclaren-Honda!

    Sempre observei desempenho de três em três corridas, para ver a evolução de uma equipe. Depois de três corridas a Mclaren somou zero pontos, passou cinco provas e nada mudou. Próxima corrida é em Mônaco, motor forte não é tão importante, mas será que algum carro da Mclaren termina a corrida? Mônaco são 78 voltas…

    GP da Espanha! Alonso largou em 13º, ganhou uma posição(Kvyat despencou na largada), o espanhol se manteve em 12º até a volta 13. Na volta seguinte, passou Sainz na pista, com os rivais indo para o boxes, Alonso herdou várias posições e na volta 16 era 7º.

    Na volta 21 foi para os boxes e retornou em 14º. Na volta 26 começou a ter problemas de freios e abandonou. Mclaren com seu melhor piloto e carro, era 12º na primeira volta, após a primeira parada caiu para 14º, que evolução é essa?

    Clique em ‘ALO’ ou ‘BUT’ para ver o desempenho dos pilotos da Mclaren:
    http://www.statsf1.com/pt/2015/espagne/tour-par-tour.aspx

    Agora observe abaixo, o desempenho de Button na primeira corrida.
    http://www.statsf1.com/pt/2015/australie/tour-par-tour.aspx

    Na corrida Button sofreu com Ericsson, Pérez e Sainz!!! Mclaren não tem carro pra brigar no top 10(o carro pode até ser +- em classificação, mas em corrida é um lixo). Em desempenho real(sem herdar posições de boxes) a Mclaren não tem carro para brigar por pontos. Vai ficar dependendo de vários abandonos, só que isso não leva a lugar nenhum. Não é a toa que Button ‘rodou a baiana’ após o GP da Espanha:

    Button guia McLaren “assustadora” na Espanha e diz: “Depois de hoje, não acho que podemos esperar pontos neste ano”. Jenson Button não ficou nada contente com a McLaren no GP da Espanha deste domingo. Ele ficou à frente apenas dos carros da Manor Marussia e disse que, deste jeito, sua equipe não pontua na temporada 2015:
    http://grandepremio.uol.com.br/f1/noticias/button-guia-mclaren-assustadora-na-espanha-e-diz-depois-de-hoje-nao-acho-que-podemos-esperar-pontos-neste-ano

    Retorno da Honda no início dos anos 2000, equipe BAR, após cinco corridas:

    Villeneuve: 22 pontos
    4º,ab,5º,16º,ab

    Zonta: 14 pontos
    6º,9º,12º,ab,8º

    BAR – Honda: 36 pontos

    Se a Mclaren tivesse 36 pontos após o GP da Espanha, estaria em quarto lugar, a frente da RBR.

    • Ferrarista disse:

      Mclaren é falida cara, só trouxa acredita que isso ainda vai pra frente…

      • Horácio Bermudes disse:

        Sou idoso e acompanho a Fórmula 1 faz algumas décadas. Como fã da Mclaren, continuarei a torcer muito pela equipe britânica e a sua parceira japonesa Honda. As duas empresas têm profissionais do mais alto gabarito e acho que, no futuro, a dupla fará, sim, bastante sucesso. O momento, de fato, não é bom, mas noto que ambas estão lutando para superar as dificuldades. Sou saudosista e sempre me recordo da Mclaren-Honda do espetacular Ayrton Senna.

    • Gediel Rosa disse:

      O projeto da McLaren e da Honda é de médio e longo prazo. EU ACREDITO nelas. Sou otimista.

    • Lucas Capez disse:

      Na boa, mas o leitor Marcelo deveria procurar uma (um) namorada (namorado), sair para beber com os amigos, ir ao teatro, cinema, passear, viajar, cuidar das plantas etc. Ele vem sempre com textos gigantescos, apresentando as suas opiniões em tudo que é blog, site de esportes etc. Parece que não faz outra coisa na vida, a não ser acompanhar a Fórmula 1. Indubitavelmente, ou é aposentado ou um “playboy”.

      Aliás, discordo totalmente do citado missivista. A Mclaren e a Honda têm potencialidade para escalar degraus maiores, malgrado as dificuldades iniciais. Ao menos, ambas arriscam ao trazerem inovações. O Fórmula 1 é exatamente isso: novidades, alta tecnologia. É mister ter, constantemente, uma mentalidade positiva. Compreendo, assim, a postura do Ron Dennis e do Yasuhisa Arai. Será deveras interessante para a F-1, uma Mclaren-Honda competitiva.
      Abraços.

    • Irene Mota de Lima disse:

      Alguém, por favor, retire o teclado do Sr. Marcelo! “Lixão” é o que este cidadão costuma escrever! Respeite a McLaren e a Honda!

      • Ferrarista! disse:

        Respeitar por quê? O carro é um lixo mesmo, e vem sendo um lixo desde 2000… O título de 2008 foi uma aberração natural, pois sequer tinham o melhor carro. Antes de querer ser gigante ganhem mais títulos que a Williams. Saudações vermelhas.

  5. Marcelo disse:

    Maldonado começou “arregaçando”, largou em 12º e na oitava volta era o 7º, e ficou em 7º até a volta 14. Tinha tomado até susto: “O que o Maldonado esta fazendo em 7º, não teve vários abandonos”, mas era ele, Maldonado fez várias ultrapassagens e era 7º…começou arregaçando e terminou todo arregaçado, foi despencando e despencando até abandonar.

    http://www.statsf1.com/pt/2015/espagne/tour-par-tour.aspx

    Novamente falta de sorte, alguém deve ter batido na traseira do carro e danificado a “asa”, paciência. Maldonado é 8 ou 80…veloz e arrojado, mas como muitos que passaram pelo mundial, só fica na F-1 até a grana acabar.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s