Red Bull pode voltar a usar motor Ferrari

red A Red Bull estaria considerando voltar a usar os motores da Ferrari, como já fez na temporada de 2006, caso um acordo de renovação com a Renault, sua atualmente criticada parceira pelos últimos 9 anos não saia do papel.

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER:@inacioF1

ferrSegundo o Sport Bild alemão, as negociações já estão em curso e incluiria a filial Toro Rosso, essa também ex-cliente dos motores italianos entre 2007 e 2013. O único “senão” é que esses motores da Ferrari seriam versões “B”, isso é, menos desenvolvidas que as da equipe principal dos carros vermelhos, com cerca de 20 ou 30 cavalos a menos de potência, o que segundo comentários de Helmut Marko, com sua diplomacia nada sutil, não seria um problema: “até uma versão versão B do motor Ferrari seria melhor que uma versão A do motor Renault”.

Um impedimento, entretanto, é que tanto a Red Bull como a Toro Rosso tem contrato com a fabricante francesa para 2016, então uma quebra de contrato teria que ser estudada para permitir essa mudança (e tudo isso pode ser apenas mais uma forma de pressionar os franceses) e a própria Renault tem que decidir se vai continuar com suas insatisfeitas clientes atuais, se vai comprar uma equipe própria – Lotus – ou se vai abandonar a Fórmula 1 mais uma vez.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Red Bull pode voltar a usar motor Ferrari

  1. Marcell disse:

    Cara… isso seria interessante, porém nota-se como esses motores hibridos foram um tiro no pé… Praticamente ninguém quer gastar rios de dinheiro para desenvolver essa tecnologica que é estremamente cara e dificil de se lidar… Creio que muitas montadoras que poderiam adentrar a categoria mantem suas ressalvas (Devido aos gastos exorbitantes e eventuais prejuizos para a imagem que elas poderiam ter… Vide o fiasco da Renault e da Honda) Isso com certeza afugenta essas marcas, e faz com que equipes como a Red Bull fiquem impossibilitadas de buscar novas parcerias além das fronteiras da F1. E por isso essas equipes tem de se sujeitar a uma versão ”B” de uma equipe concorrente, que já está estabelecida no cenário.

    PS: E ainda de quebra, podemos ter a saida de um fornecedor que a menos de dois anos atras era tetracampeão mundial da categoria!

    Enfim… isso tudo é um grande fiasco!

  2. carlos disse:

    O terceiro motor mais vencedor da fórmula 1 dará a volta por cima, ,,com certeza, ,acho que a Renault deveria ter equipe própria, ,,competência eles tem de sobra, ,, o grande problema desta parceria é que RBR acostumou de mais em vencer, mas o que eles não sabem é quem ninguém está sempre no topo, ,O EXEMPLO de agora é a própria Mercedes, ,ta no topo agora mas logo vai ser superada por outra, na história recente vimos Williams Dominar, ,Ferrari, , a própria Renault, , e agora Mercedes, ,, fórmula 1 é isso autos e baixos

  3. Rodrigo disse:

    Para competir em igualdade de condições ou todas as equipes deveriam ser fabricantes de motor, ou todas deveriam ser clientes das fabricantes de motor, ai não teria essa história de motor B, pra cá, motor A, pra lá. Mas como equacionar isso para não deixar de fora equipes históricas como Ferrari (fabricante), ou Willians e McLarem (clientes), pelos menos a McLarem vem conseguindo ao longo do tempo ser a equipe principal da fornecedora de motores (o que nesse ano não representou vantagem nenhuma), mas o fato é que na Formula 1 atual não da pra ser campeão sendo equipe cliente de motor (acho que foi o Ron Dennis quem disse isso anteriormente.

  4. Pedro disse:

    Este atual regulamento de motores exige além de muito dinheiro, muita tecnologia. Todo mundo lembra da era turbo a dificuldade da Renault em ter um bom motor, seus motores turbos eram beberrões e pouco potentes em condições de corrida, nos treinos até que eram bons, aliás isto também ocorreu com os pequenos fabricantes de turbo Hart, Alfa, Motori Moderni, Zakspeed estes motores eram medíocres, mas bastou vir a era aspirada que surgiu um monte de bons motores a começar com o Renault, Ferrari, Honda, Mercedes etc…até os pequenos fabricavam bons motores como a Crosworth,a Judd, Hart, Lamborghini, Ilmor etc…agora voltou a ser tudo como era antes, a Crosworth diz que não tem tecnologia e dinheiro para investir e caiu fora. Ficou a Mercedes, a Ferrari com bons motores, a Renault já se esperava o fracasso dela o investimento dela é muito baixo, ela investe menos da metade da Mercedes. Eu esperava mais da Honda, ela costuma investir bem. A Renault sempre teve ótimos clientes (Williams do passado e Red Bull), mas os seus motores não são grande coisa.

  5. lucasmedeco disse:

    A Renault tem um histórico, recente e não tão recente, vencedor.. mas esse ano o que eles estão fazendo é um fiasco total. Sei que a Red Bull é chorona, mas chega a ser constrangedor.. assim como a Honda.. concordo com o que a galera falou ai em cima.. quem perde é a Formula 1

  6. Pingback: Visita à sede da equipe Jordan | JOSEINACIO.COM

  7. Pingback: O novo bico da McLaren | JOSEINACIO.COM

  8. Pingback: Vettel e Alonso falam sobre disputar as 500 Milhas de Indianápolis | JOSEINACIO.COM

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s