A Leyton-House “pré Williams” de Maurício Gugelmin

gugelminEssas imagens mostram Maurício Gugelmin, hoje aposentado das pistas com 52 anos,  se preparando para pilotar a sua March/Leyton-House de motor 3.5L V8 da Judd na temporada de 1990, último carro projetado por Adrian Newey antes de se mudar para a Williams, onde faria enorme sucesso.

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER:@inacioF1

O carro era bastante avançado, antecipando vários conceitos que mais tarde seriam refinados nos FW14 e FW14B de Nigel Mansell e Ricardo Patrese das temporadas de 1991 e 1992, como o formato das entradas de ar laterais, cockpit (apertado) com abertura em “V”, laterais da asa dianteira. Veja na comparação abaixo.

Mas como todos os projetos de Newey no início dos anos 90, ele só funcionava realmente bem em pistas extremamente lisas onde os carros podiam correr mais rentes ao chão aproveitando plenamente a aerodinâmica refinada. Esse carro conseguiu um notável 2º lugar com Ivan Capelli no GP da França – etapa em que a versão “B” dele estreou, com Gugelmin também indo muito bem mas abandonado por quebra, um fantasma que os assombrou todo aquele ano. Clique nas imagens para ampliá-las!

gug

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A Leyton-House “pré Williams” de Maurício Gugelmin

  1. Marcelo Henrique Gonçalves @billmask disse:

    Imagine-se a mais de 300 km/s com suas pernas, bunda e braços sendo ‘protegidos’ por 2 ou 3 cm de carenagem.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s