Os reis dos abandonos

93pilotos
Hoje fiz um levantamento um pouco insólito: Que mais abandonou corridas na Fórmula 1? Bom, estatisticamente já dá para prever que os integrantes nesse ranking são pilotos que tiveram extensa participação nas corridas, já que quanto mais tentam, mais tem chances de não completar uma corrida.

Curta nossa página no FACEBOOK e siga-me no TWITTER:@inacioF1

Além disso, como os carros da Fórmula 1 hoje são muito mais duráveis até por força de regulamento, também dava para antecipar que eram grandes as chances dos líderes dessa lista serem de gerações anteriores, quando os carros quebravam muito mais – prova disso é que Jenson Button e Fernando Alonso, o 3º e 6º pilotos com mais GP´s disputados sequer aparecem nessa lista (alguns deles estão nessa foto acima, de 1993). Assim, cheguei a esse ranking, onde os dois maiores destaques são os italianos Andrea de Cesaris, conhecido por suas batidas e erros e Ricardo Patrese, o detentor do maior número de GP´s disputados até Rubens Barrichello assumir seu trono em 2008.

Ambos (mas não só eles) abandonaram mais da metade das corridas que disputaram – ou tentaram disputar – um número nada invejável, mas que tem parcial explicação no fato já citado dos carros também durarem menos, sobretudo quando estavam em equipes menores. Dentre os 17 maiores “abandonadores” temos 2 brasileiros e 4 campeões mundiais. ATUALIZADO: Se considerarmos a proporção de corridas disputadas vs abandonos, a ordem desses mesmos pilotos muda um pouco – mas Andrea de Cesaris permanece líder inconteste – conforme dado que o leitor Alessandro Tavares compilou nos comentários e que reproduzo na segunda tabela:

TAB

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

17 respostas para Os reis dos abandonos

  1. Alessandro Tavares disse:

    Ótimo levantamento. Mas se fosse considerada a percentagem de abandonos com relação aos GPs disputados, teríamos uma ordem um pouco diferente.

    Posição Piloto Abandonos GPs Percentual
    1º Andrea de Cesaris 137 214 64%
    2º Eddie Cheever 74 143 52%
    3º Ricardo Patrese 131 257 51%
    4º Derek Warwick 80 162 49%
    5º Jean-Pierre Jarier 67 143 47%
    6º Martin Brundle 70 165 42%
    7º Michele Alboreto 91 215 42%
    8º Gerhard Berger 86 210 41%
    9º Jean Alesi 79 201 39%
    10º Nelson Piquet 80 207 39%
    11º David Coulthard 75 247 30%
    12º Jarno Trulli 77 256 30%
    13º Giancarlo Fisichella 66 231 29%
    14º Rubens Barrichello 93 326 29%
    15º Michael Schumacher 65 308 21%

    Abraço.

  2. Alexandre Melo disse:

    Excelente trabalho! Nossa, números muito altos. Acompanho a F1 desde 1991, mas uma pessoa que tenha começado a acompanhar depois dos anos 00 ou 10, ficaria perplexa.

  3. Alexandre Mesquita disse:

    Realmente, ótima iniciativa, mas a tabela com o percentual mostra a realidade mesmo, onde os pilotos com percentual menor tiveram um desempenho de bom para ótimo em suas passagens na F 1.

  4. Rafael disse:

    Mesmo com 39% de abandono o Piquet é tri, o cara é um monstro mesmo !!!

  5. Anônimo disse:

    e que tal alguem me ajudar e identificar os pilotos da foto? reconheço o lamy, hakinnen, berger, barrichelo, senna, schumacher, hill, prost, alesi; deve ser 1993, certo?

    • Marcio Neves disse:

      Interessante ver que, proporcionalmente, Maldonado tem MENOS abandonos que Grosjean. Mas como tem MUUUITA gente com menos de 5 provas no total e 100% de abandono, eles ficaram lááááá para baixo na lista 😀

  6. Vilmar Araujo disse:

    Cadê o Senna no ranking?

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s