Equipe Williams vendida

Depois de tanto penar pelos últimos anos com a criação de carros ruins e alguns pilotos medianos, eis que após 43 anos, a Williams foi vendida e com isso a Fórmula 1 perde seu último garagista, isto é, equipe de um apaixonado pelo esporte a motor, não um grupo empresarial que vê a Fórmula 1 como uma plataforma de negócios e/ou marketing por um tempo talvez limitado.

Segundo o jornalista Chris Medland a equipe teria vendida por 152 milhões de euros, o que dá aproximadamente $179,5 milhões de dólares. mas não se sabe quanto desse dinheiro vai para o bolso da família, já que a equipe era uma empresa com ações na bolsas e eles, embora ainda acionistas majoritários, não detenham todas as ações. Além disso, contraíram empréstimos e isso pode abater mais um quinhão.

Não se sabe como será a reestruturação que ela irá sofrer, nem quem vai entrar, quem vai sair e se haverá algum papel simbólico para a família Williams, sobretudo Sir Frank.

O que se sabe é que seus novos donos são um fundo de investimento americano chamado Dorilton que, segundo o comunicado, entende que o negócio que está adquirindo exige paciência até a obtenção de resultados e que pretendem manter o nome Williams e a designação FW à frente de todos os seus carros, com sua sede permanecendo da cidade inglesa de Grove.

POSTER COM TODOS OS CARROS DA WILLIAMS

A EVOLUÇÃO DA PROTEÇÃO DOS PILOTOS NA FÓRMULA 1

Essa venda vem com o gosto amargo do fracasso, uma equipe multicampeã por onde passaram nomes consagrados como Mansell, Prost, Piquet, Senna e mais recentemente Barrichello e Massa viu-se atolada em dívidas depois que passou a projetar carros medianos, como os dos anos 2000 (na verdade desde que perderam Adrian Newey em 1997), depois ruins como os de 2011, 2013, 2017 e por fim desastrosos, como o de 2018 e 2019.

O respiro de 2014 e 2015, quando chegaram em terceiro lugar no campeonato de construtores foi efêmero e enganoso, mais devido ao motor Mercedes que sobrava e ao tropeço das rivais do que fruto de uma engenharia que havia reencontrado o caminho do sucesso e logo perderia o viço, dando no buraco que os levou a acumular dívidas e agora à venda. Triste dia. Ao menos o nome continua…

Acima coloquei uma imagem do primeiro e do último carro da equipe comandada ainda sob a égide do clã Williams… Clique nas imagens para ampliá-las.

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s