Vettel compra Williams campeã de Mansell

The greatest cars of F1's modern era: Nigel Mansell's dominant  title-winning Williams FW14B

Durante a transmissão do GP da Bélgica o jornalista Marcelo Courrege da Rede Globo deu uma informação bastante interessante em um de seus comentários: Sebastian Vettel comprou uma das Williams FW14B que Nigel Mansell usou em 1992 para sagrar-se campeão.

Ele teria pagado cerca de 2,7 milhões de libras pelo carro que era da coleção de Frank Williams. Os mais maldosos já dirão que o alemão comprou para poder pintá-lo de vermelho para usar no lugar de sua problemática Ferrari já nas próximas corridas…

Mas que carro é esse exatamente? Esse era o carro que Ayrton Senna se referia 28 anos atrás, como sendo “de outro mundo” por ser muito superior a qualquer outro do grid. Ele era a evolução do já ótimo modelo de 1991, só que agora mais confiável e adaptado para receber controle de tração e a melhor suspensão ativa eletrônica disponível na época, desenvolvida pela própria Williams desde os tempos de Piquet.

Why are Williams still hiding the active suspension components on the FW14B?  : formula1

Essa suspensão eletronicamente controlada permitia o carro ficar sempre com a mesma altura do solo, mesmo quando fazia curvas, acelerava ou brecava, mantendo contínuo e uniforme o fluxo de ar no assoalho e demais partes da impecável aerodinâmica do carro desenhado por Adrian Newey (hoje na Red Bull) e Patrick Head.

Além disso usava o motor mais elogiado e cobiçado dos anos 90, o Renault 3,5L V10 de excelente potência, dirigibilidade e leve, formando um conjunto superior aos pesados V12 da Ferrari, Lamborghini, Yamaha e Honda (da McLaren de Senna), aos outros V10 fornecidos pela Ilmor, Judd e Mugen-Honda e também às diferentes versões dos V8 da Ford.

Sim, a Fórmula 1 tinha 8 marcas de motores diferentes naquele grid, bons tempos…

A ideia da Williams era que ele fosse substituído pelo FW15 antes da metade do ano, mas como sua superioridade era tamanha, continuaram com ele até o fim, enquanto focavam em aperfeiçoar o FW15 para o ano seguinte (que já estrearia como FW15C nas mãos de Alain Prost), lembrando que naqueles tempos não haviam restrições de testes e a Williams era uma equipe grande e rica.

Aliás, a base do FW14 era tão boa que seguiu com seu conceito sendo aperfeiçoado nos anos seguintes, como mostro nessa matéria abaixo:

5 WILLIAMS EM 1 – 1991 à 1994

AYRTON SENNA BARBUDO?

ANÁLISE “EQUIPE-POR-EQUIPE” DO GP DA BÉLGICA 2020

O FW14B ganhou 10 das 16 etapas daquele ano, cabendo 5 das demais vitórias à McLaren de Senna e Berger e 1 à Benetton de Schumacher (sua primeira vitória na Fórmula 1, em Spa). Mansell foi campeão ainda no GP da Hungria e só não venceu mais devido aos erros e abandonos, visto que naqueles tempos os carros quebravam mais e também aos lampejos de sorte e velocidade dos rivais.

Aqui uma volta onboard em Spa com Mansell em sua Williams:



Veja abaixo a ficha técnica do carro e imagens dele em vários ângulos. Clique nas imagens abaixo (© Bonhams) para ampliá-las:

Ficha técnica da Williams VW14B:

Chassis
Suspensão dianteira: Twin-link, acionada por pushrod, hidropneumática ativa
Suspensão traseira: Twin-link, acionada por pushrod, hidropneumática ativa
Amortecedores de suspensão: Williams
Diâmetro da roda: dianteira: 13 polegadas / traseira: 13 polegadas
Largura da roda: frente: 11,4 polegadas / traseira: 16,3 polegadas
Pneus: Goodyear
Freios: pinças: AP / discos de carbono: Carbone Industrie
Pastilhas de freio: Carbone Industrie
Direção: hidráulica Williams
Radiadores: Williams / Behr
Tanques de combustível: ATL
Bateria: Yuasa
Instrumentos: Magnetti Marelli

Transmissão
Caixa de câmbio: Williams transversal de seis velocidades semiautomática
Eixos de transmissão: Williams
Embreagem: AP

Dimensões
Distância entre eixos: 2921 mm
Bitolas: dianteira: 1803 mm / traseira: 1676 mm
Peso da caixa de câmbio: 50 kg
Peso do chassi (cockpit): 50 kg
Peso do carro completo: 505 kg
Capacidade de combustível: 230 litros

Motor
Tipo: Renault RS3C / RS4 aspirado
Nº de cilindros: 10 em V (67 °) 4 válvulas por cilindro
Cilindrada: 3,493 cc
RPM máxima: 14.400
Potência (aprox.) 760 cv
Peso: 137 quilos
Combustível e óleo: Elf
Velas de ignição: Champion
Injeção de combustível: Magneti Marelli
Sistema de ignição: Magneti Marelli

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Vettel compra Williams campeã de Mansell

  1. Fabio Da Costa Machado disse:

    Que massa

  2. Pingback: As casas dos pilotos de F1 | JOSEINACIO.COM

  3. Pingback: Equipes já pressionam para não correr no “oval” do Bahrein | JOSEINACIO.COM

  4. Anônimo disse:

    Um dos bólidos mais incríveis que à F-1 proporcionou aos pilotos e aos torcedores. Divergente dos bólidos atuais que são literalmente ridículos.

  5. Pingback: De Vettel à Prost: os 5 piores carros da Ferrari | JOSEINACIO.COM

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s