Quem entra na Haas?

Os hoje dispensados da Haas, Kevin Magnussen e Romain Grosjean somarão ao final desse ano, mais de 300 GPs de bagagem na categoria. O suíço estreou na Renault no meio de 2009, substituindo Nelsinho Piquet quando esse entregou os cambalachos de Briatore em 2008.

Lá ele mostrou muita velocidade mas não regularidade, voltou à GP2 por 2 anos, retornando à F1 em 2012 pela Lotus, onde ficou até entrar na Haas em 2016. O dinamarquês estreou na McLaren em 2014, continuou como reserva em 2015, em 2016 foi para a Renault e desde 2017 também está na Haas.

Ambos estão agora sem grandes perspectivas de conseguir vagas de titular para correr no ano que vem, num grid que já tem Nico Hulkenberg e Sergio Perez na fila dos experientes disponíveis.

Os mais cotados para assumir as vagas deles são os protegidos da sua parceira Ferrari, Mick Schumacher e Callum Ilott, respectivamente líder e vice-líder da F2 hoje (na Alfa Romeo o caminho mais provável, de acordo com a rádio paddock é a continuidade da dupla Kimi/Giovinazzi). Em paralelo, o russo Nikita Mazepin, 6° na F2, também quer uma vaga, levando consigo muito dinheiro de seu bilionário papai.

Existe entretanto a possibilidade de apenas uma dessas vagas ser preenchida por um desses novatos, deixando a outra para um piloto experiente como os já citados Hulkenberg ou Perez, trunfo importante para ajudar a equipe no desenvolvimento do carro num ano de estabilidade de regras e até já pensar na grande virada de 2022, quando o regulamento técnico mudará bastante.

O brasileiro Pietro Fittipaldi, piloto reserva da Haas pelos últimos 2 anos, parece ser um azarão nessa disputa com concorrentes tão bem apadrinhados, endinheirados ou experientes.

Mas a equipe americana não tem pressa em decidir seu futuro, pois sabe estar numa posição privilegiada com as vagas das equipes melhores já quase todas preenchidas e uma longa fila de pilotos batendo à sua porta.

Agora é ver o que eles querem para seu futuro, pois arriscar ir com dois pilotos endinheirados mas inexperientes não costuma dar certo nem para os resultados de pista nem para o moral já abalado da equipe, como a Williams aprendeu em 2018.
A ver.

A EVOLUÇÃO DOS COCKPITS DA F1- 70 ANOS EM 12 IMAGENS

CONHEÇA OS 16 BRASILEIROS QUE PILOTARAM UMA WILLIAMS

O BANCO DE UM CARRO DE FÓRMULA 1

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Quem entra na Haas?

  1. Pingback: Foto do dia: F1 em Portimão | JOSEINACIO.COM

  2. Pingback: Pilotos de F1 velhos | JOSEINACIO.COM

  3. Pingback: Porque realmente Vettel está tão mal? | JOSEINACIO.COM

  4. Pingback: Notícias comentadas da F1 | JOSEINACIO.COM

  5. Pingback: Todos os carros de Ayrton Senna “pelados” | JOSEINACIO.COM

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s