O que esperar de Pietro Fittipaldi na sua estreia na Fórmula 1

O brasileiro Pietro Fittipaldi vai estrear na Fórmula 1 já nesse próximo fim de semana na segunda corrida no Bahrein, em substituição ao convalescente Romain Grosjean. E o que podemos esperar do primeiro piloto brasileiro na pista desde a aposentadoria de Felipe Massa em 2020?

A verdade é que não muito e não por culpa dele – ou de qualquer outro que estivesse em seu lugar. Explico: quase sem testar o carro esse ano, um modelo notadamente lento, Pietro tem mais experiência de simulador. Assim terá que entender na prática como o modelo VF20 reage volta à volta, ao mesmo tempo em que irá refinar o acerto do carro visando a classificação e o ritmo de corrida.

Ao seu lado na garagem, terá o experiente Kevin Magnussen, com 117 GP’s disputados e conhecedor profundo de sua equipe e das reações, potencialidades e limitações do carro, já partindo portanto de outro patamar nesse desenvolvimento.

Lembremos também que a segunda etapa do Bahrein desse próximo final de semana será aquela no anel externo do circuito, apelidado por alguns (com grande dose de boa vontade, diga-se) de “oval”, desenho que exigirá justamente mais velocidade do carro nas retas, ponto fraco da equipe por contar com o motor mais fraco dos 4 presentes no grid, o Ferrari.

Portanto as chances de Pietro eventualmente rodar nos treinos nessa busca por entender os limites de seu errático carro ou marcar tempos mais lentos que os do companheiro e possivelmente largar no fim do grid, são reais e não deveriam ser encaradas como algo terrível ou que desonre sua carreira ou reputação.

Por fim, outra coisa que devemos ficar atentos é para não criarmos expectativas de que, por essa estreia inesperada, ele já estaria de alguma forma, se garantindo no grid da categoria para o ano que vem. Infelizmente esse cenário não é nada provável.

Segundo 9 entre 10 jornalistas que cobrem a Fórmula 1, a Haas deverá anunciar em breve Mick Schumacher e Nikita Mazepin como seus titulares para 2021, ambos contando com grande apoio financeiro e político por trás e muito bem classificados na atual temporada da Fórmula 2.

Enfim, sim, será muito bom para Pietro e para o Brasil a estreia do quarto representante do tradicional clã Fittipaldi na Fórmula 1, mas devemos encarar isso de forma pragmática, sabendo das limitações do seu equipamento, pouco tempo de pista e que o mais provável é que deverá ser algo circunstancial, até Grosjean se recuperar ou até o fim desse ano, portanto por duas corridas no máximo.

ANÁLISE EQUIPE-POR-EQUIPE DO GP DO BAHREIN + TABELAS ATUALIZADAS

OS SALÁRIOS DOS PILOTOS DA FÓRMULA 1 2020

SOBRE A STOCK-CAR NA BAND e SPORTV

AS 4 CASAS DE AYRTON SENNA HOJE



Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para O que esperar de Pietro Fittipaldi na sua estreia na Fórmula 1

  1. Pingback: Como o Halo salvou Grosjean | JOSEINACIO.COM

  2. Pingback: Hamilton com Covid-19. Quem corre em seu lugar? | JOSEINACIO.COM

  3. Pingback: Com Russell e Bottas sob pressão. Fittipaldi e Aitken na “guerra do fundão”. Entenda os cenários! | JOSEINACIO.COM

  4. Pingback: Equipe “Lamborghini” na Fórmula 1 | JOSEINACIO.COM

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s