O dia que Galvão não sabia o vencedor da corrida

Nesse imprevisível GP de Mônaco de 1982, conforme as voltas finais iam chegando os carros que lideravam iam batendo, rodando, quebrando ou ficando sem gasolina e para piorar naquele tempo não haviam os recursos modernos de cronometragem de hoje, o que dificultou e muito as vidas de Galvão Bueno e Reginaldo Leme que chegaram a ficar sem saber quem estava na ponta para ganhar essa corrida maluca, veja:

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s